quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Super-Moro

COM GRANDES PODERES VÊM GRANDES OPORTUNIDADES

Link da primeira notícia AQUI
Link da segunda notícia AQUI

Em um prédio aqui perto de onde moro eu sempre via uma faixa pendurada em um dos apartamento onde se lia: Moro, Herói do Brasil". Mesmo com meu antipetismo no auge, eu achava aquilo bem ridículo. Ninguém pendurava faixas para os garis porque eles faziam o seu trabalho, retirar o lixo. Moro estava fazendo apenas o que era pago para fazer. Heróis, a meu ver, são pessoas que fazem coisas boas que vão além de seus deveres e, com certeza, não são pagas para isso. 

Mas, voltemos à época em que Moro estava em sua luta contra a corrupção do PT.  Naquele tempo eu era bem mais ingênuo que hoje. Mesmo não o considerando herói de nada, achava que o trabalho que estava fazendo parecia correto, eu apenas não ficava agitado com isso, como se fosse uma tiete. 

Mas, com o tempo, as coisas foram ficando cada vez mais em foco. Não dava para negar certos fatos. Por exemplo, somente eram julgados e condenados políticos do PT e/ou relacionados ao PT em algum momento. Era bom ver corruptos indo preso? Sim, e ainda é. Porém, outros tantos  tão ou mais corruptos que os do PT ficavam eternamente livres. 

Eu até mesmo não me deixava levar por fake news relacionada a Moro, porém, fotinha com Aécio, rindo desbragadamente, como se fossem grandes amigos, não se enquadravam em fake news. Aécio já era citado por corrupção várias vezes. Claro, os defensores tentaram relativizar a foto, mas, pense por um momento, e se fosse o Lula com ele na foto? Não ficaria estranho? 

A pressa para prender Lula começou a parecer o que era: uma forma de crescer em cima daquele evento. Se ele sabia que se tornaria Ministro da Justiça de Jair Bolsonaro? Com certeza absoluta, não. Lá por aquela época, a do julgamento, Bolsonaro devia ser uma piada, como era para a maioria de nós. Mas, aquilo traria renome ao então juiz, como já vinha trazendo. 

Por fim, Lula foi preso. Mesmo com toda aquela coisa de a Lava jato estar lavando só um lado do carro, ainda assim eu não via Lula como preso político, mas, Moro, com seus desmandos para com o ex-presidente, acabou por fazer com que ele fosse enxergado assi e, quem sabe, no fim das contas, esta narrativa tenha se tornado verdadeira, mesmo que no começo não fosse. 

Liberar uma delação bem no meio da campanha eleitoral foi uma das coisas que reforçou essa ideia. Mesmo que não queria ver Lula como preso político, como eu, começava a enxergar assim graças ao Sr. Moro. 

Quando se tornou Ministro da Justiça, logo de cara, em poucos dias, começou a demonstrar que corrupção não era algo que realmente lhe causasse ganas de justiça. Quando perguntado sobre o caixa 2 de Onyx Lorenzoni, disse apenas que o Ministro já pedira desculpas (em vídeo). Ou seja, Lula deveria ter apenas pedido desculpas? 

Para fechar com chave de ouro - por enquanto - tivemos aí o pacote anti-crime, que tornava caixa 2 crime, e que agora, o ministro voltou atrás, por "sugestão" de quem? Onyx Lorenzoni. Que ele obedeceu prontamente. 

Sem contar que o ministro que era o juiz que lutava contra a corrupção está cercado de pessoas envolvidas em corrupção e outros crimes. mesmo tendo Augusto Bebbiano tendo sido exonerado, que não foi pela corrupção, e sim pelo caos que Carlos Bolsonaro causou, temos ainda ao menos 8 ministros com acusações graves. 

O discurso anticorrupção de Bolsonaro era apenas isso - como no caso de Moro, também - apenas um discurso, apenas palavras. Palavras ao vento. 


HMPM: Quarteto Fantástico

OS HERÓIS MAIS PODEROSOS DA 
MARVEL: QUARTETO FANTÁSTICO
Digitalização e Tratamento:
Outsider Z/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou GOOGLE DRIVE

Notas: Não é minha intenção digitalizar completamente nenhuma dessas coleções. Não tenho essa meta, nem tenho as coleções completas. Por exemplo, dos mais de 90 volumes da coleção vermelha, se tenho 30 deles, é muito (incluindo os já digitalizados). Portanto, não adianta muito me cobrarem esse ou aquele título. Se, por acaso eu conseguir outros, estarão aqui, mas duvido muito que eu tenha condições de comprar 60 volumes. Prefiro fazer alguns com qualidade e com uma certa regularidade, do que tentar fazer todos e acabar não fazendo nenhum.

Tenho colocado um por dia, mas isso não é algo que vá continuar. É divertido colocar um por dia, mas as condições para isso são raras. Só dizendo para que não fiquem mal acostumados ou que me cobrem assim que a programação votar ao normal. Sem contar que logo terei de parar de fazer das coleções e digitalizar outras coisas. Agora, o texto:

Família. Tire os uniformes que combinam, os superpoderes e as extraordinárias aventuras e esse é o conceito simples e vencedor que tem feito do Quarteto Fantástico um sucesso por mais de 60 anos. O fato de eles serem uma equipe unida, não só pelo objetivo comum de tornar o mundo um lugar melhor, mas também pelo relacionamento que eles têm entre si, faz deles um caso único no mundo dos quadrinhos de super-heróis. 

Frequentemente lembrados como a "Família Fundamental dos Quadrinhos", Reed, Sue, Johnny e Ben foram os habitantes inaugurais do moderno Universo Marvel. Originais de fato, eles foram uma nova linhagem de super-heróis diferentes de tudo o que tinham visto antes. O grande gênio de Stan Lee iria dar a esses personagens personalidades reais e palpáveis - em oposição aos escoteiros perfeitos que tinham agraciado as páginas das revistas em quadrinhos anteriormente. 

Apesar de seus incríveis poderes, o Quarteto Fantástico ainda tinha todos os requisitos humanos, como falhas e manias, tornando-os muito mais identificáveis com os leitores. O líder de verdade da equipe, Reed Richards, pode ter sido um gênio científico, mas sua vontade quase obsessiva de consertar tudo o deixou estirado, sem tempo para mais nada e negligenciando aqueles que estavam mais próximos dele.

Sue acabou vivendo na sombra das outras pessoas, quase invisível se comprada àquelas ao seu redor - mas, mais de uma vez, sendo aquela que sempre salvava o dia. Seu irmão Johnny era o jovem rebelde de cabeça quente, mais interessado em garotas e carros rápidos do que ajudar os outros. E quanto ao seu bom amigo Ben Grimm, que pode ter tido um coração de ouro, mas o mesmo estava enterrado bem fundo, dentro de uma personalidade teimosa, bruta e durona das ruas. Claro que não era coincidência que essas personalidades refletissem os poderes que cada membro recebeu. 

As aventuras deles também foram uma revelação. O desenvolvimento dos personagens e a narrativa de Jack Kirby asseguraram que a série em quadrinhos não se parecesse com nenhuma outra nas bancas. Nada era demais para "O Rei" - esquadras alienígenas, reinos secretos e até deuses espaciais devoradores de planetas estavam todos ali num dia de trabalho de Kirby e sua imaginação incansável. Juntos, os dois forjaram um quadrinho que revolucionou o mundo dos super-heróis.

Levando em conta o quão importante o status do Quarteto Fantástico como uma família é para suas aventura, pode parecer estranho que tenhamos escolhido uma história que começa com cada membro da equipe seguindo um rumo diferente.

Escrita por um desfile de escritores medalhões, incluindo Len Wein, Bill Mantlo e Marv Wolfman, e com arte de George Pérez [apenas a primeira história] e Keith Pollard, esta coleção tem início logo após um Sr. Fantástico sem poderes ter debandado a equipe. Mas, mesmo com cada membro partido para novas profissões, uma horda de sinistros supervilões quer ter a certeza de que suas vidas pós-Quarteto Fantástico serão tudo, menos normais! 

No entanto, enquanto a história se move rumo ao aniversário de 200 edições da série, eles serão reunidos por causa das maquinações diabólicas de seu arqui-inimigo - Dr. Victor Von Doom. A história conclui com um confronto final entre o Sr. Fantástico e Doom que vai te deixar roendo as unhas até o último quadrinho! (Texto de Ed Hammond).






terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Festival Mix 8

FESTIVAL MIXÓRDIA - PARTE 8
Fantasmas, Soldados, Corridas, Estranguladores...



PARA BAIXAR, CLIQUE EM MEGA


1963 - Minha Esperança é Você (A Child is Waiting, John Cassavetes): Em uma escola para crianças excepcionais, uma professora novata e inexperiente (Judy Garland) entra em conflito com o diretor da instituição (Burt Lancaster), por causa de seu modo de educar um menino autista recém-abandonado pela família. Comovente denúncia do preconceito de grande parte da sociedade para com os portadores de deficiência mental, Minha Esperança É Você é um drama que continua bastante atual. (BRRip/MKV/Áudio selecionável em inglês e português/Legenda selecionável em português/104 min./2.12 GB/Preto e branco)

1965 - O Colecionador (The Collector, William Wyler): Freddy, um rapaz solitário, em sua obsessão por uma mulher, aprisiona-a no porão de sua casa. Ele quer criar vínculo afetivo com a moça, demonstrando seu amor por ela e querendo ser correspondido. Mas só o sequestro em si será o primeiro de uma série de obstáculos à reciprocidade desejada por Freddy. Adaptação do best-seller de John Fowles. (BRRip/MKV/Áudio selecionável em inglês e português/Legenda selecionável em português/119 min./2.09 GB)

1966 - Como Possuir Lissu (Gambit, Ronald Neame): Harold Dean (Michael Caine) e Emile Fournier (John Abbott), especialistas em arte, convencem a dançarina Nicole Chang (Shirley MacLaine) a ajudá-los em um grande golpe: roubar uma inestimável estátua de um bilionário do oriente médio, usando-a para enganá-lo. Ahmad Shahbandar é um bilionário recluso e solitário que nunca mais olhou para outra mulher depois que a sua esposa faleceu. Com o penteado e a roupa adequados, Nicole é a sósia perfeita da finada mulher. O palco para o golpe perfeito está montado... (BRRip/MKV/Áudio selecionável em inglês e português/Legenda selecionável em português/108 min./2.21 GB)

1966 - Grand Prix (Grand Prix, John Frankenheimer): O piloto americano Aaron é demitido depois de um acidente na corrida de Mônaco, que acabou lesando seu companheiro de equipe, o inglês Stoddard. Enquanto ele se recupera, Aaron muda de equipe e começa a se envolver com a ex-esposa de Stoddard. (BRRip/MKV/Áudio selecionável em inglês e português/Legenda selecionável em português e inglês/175 min./4.33 GB)

1968 - O Homem Que Odiava as Mulheres (The Boston Strangler, Richard Fleischer): Boston está sendo atacada por um serial-killer que já matou treze mulheres. Até que a polícia captura Albert DeSalvo (Tony Curtis), um encanador que por não lembrar dos acontencimentos, dificulta as investigações da polícia. Baseado em fatos reais. (BRRip/MKV/Áudio selecionável em inglês e português/Legenda selecionável em português/116 min./3.50 GB)

1970 - Ninho de Cobras (There Was a Crokked Man, Joseph L. Mankiewicz): Paris Pitman Jr. é um criminoso cheio de charme, o único de seu bando a sobreviver à caçada implacável ordenada por Lomax, um milionário homem de negócios de quem roubou 500 mil dólares. Pouco tempo depois de esconder o dinheiro, ele acaba sendo reconhecido por Lomax em um bordel e vai para a prisão. Seu plano de subornar o carcereiro para fugir vai por água abaixo quando ele é morto por um dos outros prisioneiros. (BRRip/MKV/Áudio selecionável em inglês e português/Legenda selecionável em português/118 min./1.35 GB)

1972 - Matadouro Cinco (Slaughterhouse-Five, George Roy HillApós sobreviver a um bombardeio na cidade de Dresden, ex-soldado americano passa a viver simultaneamente no passado, presente e futuro. (BRRip/MKV/Áudio selecionável em inglês e português/Legenda selecionável em português/103 min./3.05 GB)

1983 - Jogos de Guerra (WarGames, John Badham): David Lightman é capaz de quebrar os mais avançados sistemas de segurança de computadores do mundo e acaba entrando no sistema do Departamento de Defesa dos EUA onde, sem querer, inicia conflito que pode levar à 3a. Guerra Mundial. (BRRip/MKV/Áudio selecionável em inglês e português [Duas Dublagens Clássicas]/Legenda separada em português/112 min./1.04 GB)

1995 - Gasparzinho - Fantasminha Camarada (Casper, Brad Silberling): Gasparzinho é um fantasminha camarada que tenta gentilmente assombrar uma mansão no estado do Maine. Ele se apaixona por Kat, uma humana cujo pai tenta se comunicar com espíritos. (BRRip/MKV/Áudio selecionável em inglês e português/Legenda separada em português/100 min./1.80 GB)


Mudando Tudo Isso aí

O PIOR CEGO É AQUELE QUE É BOLSOMINION






segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

HMPM: Professor X

OS HERÓIS MAIS PODEROSOS 
DA MARVEL: PROFESSOR X
Digitalização e Tratamento: 
Outsider Z/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou MEDIAFIRE

Desde o início, a batalha para serem aceitos tem custado muito aos X-Men. Morte, sacrifício e traição Vêm assombrando a equipe, mas, em vez de se entregar à desilusão e aos desespero, eles continuam lutando. A recusa de se render vem da orientação e dos ensinamentos de um homem. Um homem cujo sonho tem sido a fundação sobre a qual os X-Men foram costruídos. Esse homem é o Professor Charles Xavier. 

Como diretor da Escola Xavier Para Jovens Superdotados, ele vem dedicando a sua vida para treinar jovens mutantes e ensiná-los a controla seus dons. Sua crença num mundo onde mutantes e humanos podem viver em paz tem inspirado gerações. Dos X-Men originais aos mais novos recrutas, eles se recusam a se render ao preconceito e ao ódio. 

Como personagem, Xavier é um dos melhores exemplos de dicotomia que Stan Lee adorava usar nos habitantes daquele início do Universo Marvel - um personagem limitado fisicamente, mas dotado de habilidades que podem torná-lo o mutante mais poderoso da Terra. 

Seu poder de ler mentes lhe ensinou um incomparável nível de empatia e entendimento. No entanto, apesar de suas nobres intenções, Xavier provou, muitas vezes, ter um lado manipulador, comprometendo a confiança daqueles mais próximos dele, apesar de ele sempre fazer as coisas por um bem maior. 

Começamos este volume com Uncanny X-Men 117 e uma história intitulada "Guerra Psíquica". Uma colaboração clássica de Claremont e Byrne, esta edição é um flashback mostrando um Charles Xavier ainda jovem e sua batalha com o Rei das Sombras - um acontecimento que influenciaria a formação dos X-Men.

Em seguida, pulamos para o início dos anos 1990, com A Saga da Ilha Muir. Mais uma vez, Xavier encontra o Rei das Sombras, que voltou mais forte do que nunca. O duelo psíquico na história é um exemplo fantástico de como Xavier pode ser poderoso e o quão devotados são seus alunos, tanto os atuais quanto os antigos, ao seu sonho.

Uma luz brilhan que vem guiando o Homo Superior durante seus dias mais escuros, o legado de Xavier continua até hoje, inspirando tanto humanos quanto mutantes a criar um mundo melhor. (Texto de Ed Hammond).




Nostalgia da Memória

AS NOSSAS LEMBRANÇAS SÃO OS TIJOLOS DA VIDA


Não podemos lembrar TUDO que aconteceu na nossa vida, isso nos deixaria bem surtados. O cérebro meio que se encarrega de selecionar as lembranças as mais importantes, claro, algumas bem que gostaríamos que ele descartasse. Mas, vamos falar aqui de boas lembranças. 

Minha lembrança mais antiga é de um velocípede - que hoje em dia seria o velotrol - de ferro. Eu devia ter uns 3 anos de idade e era meio gordinho. Vivia andando pra cima e pra baixo naquele troço. Provavelmente era meu brinquedo preferido, para que eu o guardasse por tanto tempo na memória. 

É impossível fazer um texto com todas as memórias mais importantes da minha vida, e muitas delas já escrevo sobre elas aqui mesmo no blog. Neste aqui coloco pedaços de memórias que me são muito queridas, mesmo quando não parecem tão boas assim. 

Uma memória gravada muito forte - na verdade todas aqui são assim - de ler o gibi gigante da EBAL, Super-Homem vs Muhammad Ali. O gibi era gigantesco, mas, isso se dava mais por eu ser criança. Lembro ter ficado extasiado com o fato de uma pessoa real estar ali, no mundo dos quadrinhos. 

Tenho muitas, muitas lembranças com meu avós, tios e tias paternos. Na casa onde todos moravam -com exceção de alguns que já haviam se casado - eu vivi grandes aventuras. Eu sempre jogava sinuca, que foi meu avô com ajuda de meus tios quem fez. Era perfeita. Toda vez que ia por lá, eu tinha que jogar, sempre enfrentando meus tios, tias, meu avô, meu pai ou meu irmão. 

Lá pelos 11 anos ano eu caí em um poço que estava sendo furado. Estava seco ainda e não eram tão funco, mas caí de costas. Fiquei apavorado, não sei se com a queda ou se com a bronca que sabia que levaria. Não quebrei nada, só machuquei um pouco a perna. 

Nessa mesma época eu comecei a trabalhar. Pedi a minha mãe e ela conseguiu que eu trabalhasse em um armazém do bairro. Já trabalhavam outros garotos lá, mas muito mais velhos que eu. O dono só me aceitou porque minha mãe era amiga sua. Ele não empregava gente tão nova. Gostei de ser tratado como todos os outros e ter tarefas iguais, porém, não sem antes me sacanearem, mandando eu ir tirar o pó dos ovos. Eu acreditei e fui. Só entendi que era trote quando todos começaram a rir. 

Muitas lembranças de professores e situações na escola, mas a maior delas é a Professora Celina, na segunda série, na Escola São Cosme e São Damião. Ela gostava tanto de mim, que quando terminou oano ela me deu um brinquedo, um caminhão enorme. De tão grande, eu chegava a sentar nele e andar. Claro, não era pra fazer isso. Minha mãe ficou tão emocionada que fez de tudo para dar um presente a ela e eu que entreguei. 

Outra lembrança, da mesma escola, que talvez mereça um post só dela, foi quando caí na besteira de me oferecer para ser o príncipe no Festival da Primavera. Foi terrível me vestir de príncipe, com uma blusa feita de papel crepon - ou algo do tipo - e uma coroa de papel laminado dourado. E, não sei porque cargas d'água, minha mãe só achou uma bermuda muito apertada. No final, ela procurou o fotógrafo, mas, para minha sorte, ele já havia ido embora. 

Trabalhei em muitos comércios e, claro, isso fez com que eu tivesse uma coleção de lembranças, como na vez em que eu tentei expulsar um moleque que fazia bagunça em um bar que eu trabalhava, lá pelos meus 16 anos, e ele pegou um taco de sinuca sem que eu visse, segurou pela parte fina e acertou meu braço, vindo por tr´pas de mim, com a parte grossa. Por incrível que pareça, meu braço não quebrou.

Uma lembrança muito vívida - elas não estão em ordem cronológica - é a de quando meu pai foi embora. Apesar de ter 8 anos ou menos, lembro de cada detalhe como se fosse hoje. Mesmo não sendo uma das milhas melhores lembranças, é algo que fez de mim quem eu sou hoje. 

Outra de minhas melhores lembranças envolve beijo novamente. Eu era Testemunha de Jeová, e vivia na casa de um "irmão" que tinha várias filhas. Um dia estava sentado na sala com uma delas, assistindo TV - sempre a TV -, quando faltou luz. Quase que instintivamente eu a beijei, que me beijou também. Quando a luz voltou eu não sabia bem onde enfiar a cara. Ela sai e eu achei melhor ir embora. O que aconteceu em seguida foi o quje mais fez essa lembrança ser guardada com tanto carinho: eu ia pelo corredor, para sair da casa, e as portas dos quartos dos lados. Quando comecei a andar pelo corredor,uma mão saiu de uma das portas abertas e me puxou, com força! Era ela que queria mais beijo.. Acabamos por namorar. 

As lembranças encheriam (e encheram, é só ver posts mais antigos) este blog. Mas, talvez eu faça uma parte II com mais lembranças frenéticas de um tempo que não volta mais e, nem precisa, pois sempre estamos ocupados, construindo novas memórias. 



domingo, 17 de fevereiro de 2019

HMPM: O Coisa

OS HERÓIS MAIS PODEROSOS 
DA MARVEL: O COISA
Digitalização e Tratamento:
Outsider Z/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou MEDIAFIRE

Fantastic Four 1 foi todo sobre quebrar regras. Em inúmeras entrevistas, Stan Lee e Jack Kirby falaram sobre criar personagens sem todos aqueles costumeiros clichês de super-heróis. Um deles foi que não teriam de ser lindos como Adônis. No novo Universo Marvel, até mesmo o sujeito mais feio poderia ser um dos mocinhos, o que foi a sorte de Ben Grimm, vulgo o velho e adorável Coisa de olhos azuis.

Há poucos heróis que são universalmente adorados como o Coisa. Mesmo que você não seja um fã do Quarteto Fantástico, há alguma coisa no grandalhão que realmente cativa. Ao contrário dos outros membros da equipe de Reed Richards, o encontro do Coronel Ben Grimm com os raios cósmicos causou uma drástica e irreversível mudança à sua aparência física.

Permanentemente preso dentro de uma carapaça de rocha, é compreensível que Ben tenha momentos de autopiedade e autorreapugnância - descontando no mundo pela peça que o destino lhe pregou. No entanto, esses momentos são poucos e ocasionais, e geralmente ocorrem quando ele é levado ao seu limite absoluto, seja emocional ou físico. 

Na maioria das vezes, Ben aceita a vida como ela é, seguindo com seu trabalho e vivendo um dia de cada vez. Ele não é um sujeito complicado, pois prefere as coisas simples da vida. Esqueça os restaurantes chiques e os clubes exclusivos... A ideia do Coisa de boa noite é uma jogo de pôquer com seus superchapas e uma pilha de pizzas de um lugarzinho italiano que ele conhece descendo a Rua Yancy. 

O mais importante de tudo é que dentro dele há um dos maiores corações dos quadrinhos. Um coração tão cheio de amor e lealdade pelas pessoas mais chegadas a ele, que , provavelmente explodiria no seu peito se não fosse pela superdureza exterior.

A popularidade do Coisa significava que uma série solo era quase inevitável. Fora suas quase 60 apariçoes como parceiro do Tocha Humana na revista Strange Tales, o Coisa só ganharia sua revista em 1974. Publicada nas páginas de Marvel Two-in-One, a sequência conhecida como A Saga do Projeto Pégasus (The Project Pegasus, no original), escrita por Mark Gruenwald e Ralph Macchio, mostra o Coisa abrindo seu caminho à força através de uma horda de inimigos cada vez mais esquisitos em seu novo trabalho como Chefe  de segurança do Projeto Pégasus. 

Para um sujeito cujo estilo de combate ganhou o próprio slogan, não é a toa que a história seja repleta de ação. Por sorte, isso não é um problema para os artistas John Byrne e George Pérez, dois criadores que estavam a caminho de se tornarem superastros das revistas em quadrinhos! 

Depois, incluímos uma história clássica dos primórdios do Coisa: "Homem... ou Monstro" ("This Man, This Monster", no original). É um conto impecável de Lee e Kirby que leva os leitores numa montanha russa emocional. Para muitos, essa história é a quintessência do Coisa, atingindo o coração do personagem em 20 páginas perfeitamente executadas.*

A superação de adversidades não é novidade para um herói, mas Benjamin J. Grimm é um dos verdadeiros sobreviventes do Universo Marvel. Claro, ele tem seus demônios, mas quem não os tem? Como sua adorável Tia Petúnia costumava dizer: "Só porque voc~e achaque parece um monstro, não quer dizer que você tenha de agir feito um". E quanto ao vigoroso Ben, ele não conseguiria agir como um monstro mesmo se quisesse. (Texto de Ed Hammond).

* A história de Lee e Kirby é tão clássica que foi homenageada em um conto da Patrulha do Destino de Grant Morrison, que se encontra no volume seis, se não me engano. 




A República Indigente

JECA TATU E A BANDEIRA QUE NUNCA SERIA 
VERMELHA, MAS SERIA LARANJA 

Autoria: @desenhosdonando

Um presidente fazendo cosplay de Jeca Tatu, de sandálias, roupas meio rotas e parecendo maiores do que ele, anuncia que agora homens terão que trabalhar até os 65 anos mulher até os 62. Mas, o importante é que "menino veste azul e menina veste rosa". 

Enquanto isso, nos bastidores da República das Laranjas, uma crise está em seus últimos momentos. O Ministro Bebbiano plantou um laranjal e agora tem que chupar. O filho do presidente, Carlos Bolsonaro, ajudou atrapalhar mais ainda, como uma criança que entra no escritório do pai e derruba tinta em documentos importantes ou que simplesmente caga no meio da sala, para sermos mais honestos. 

Bolsonaro, repetindo o grande ex-presidente Lula, diz que não sabia do laranjal, assim como Lula não sabia do mensalão. Em quem acreditar? São todos tão honestos que fica difícil escolher um. 

Bebbiano canta Should I Stay or Should I Go. Carlos quer que ele saia. os militares querem que ele fique, ou ao menos que se resolva essa crise de forma honrosa. Mas, aí já é pedir demais. 

Os Filhos do Capitão vão usando o país como o quintal de sua casa. mandam e desmandam. Pelo menos os filhos do Lula estavam ocupados gerenciando a Friboi e não enchiam a porra do saco. 

Enquanto isso, Queiroz sumiu no meio do laranjal e ninguém mais encontra. Flávio Bolsonaro também está razoavelmente quieto e Eduardo Bolsonaro segue com seus planos de acabar com o comunismo assessorado por Olavo de Carvalho e Steve Bannon. Ou será que é o contrário? 

O desespero da extrema-direita em tirar o foco desses escândalos semanais, já fez com que as fake news colocassem Lula como incendiando o Brasil todo, literalmente e o PT derrubando o avião de Teori Zavascki. Mas, os escândalos não vão desaparecer, mesmo que todas essas notícias fossem verdadeiras. Vão continuar lá, dando suco. 

A roupa de Bolsonaro e sua camisa pirata de time de futebol são um resumo de seu governo: parece um indigente. A pátria, antes de chuteiras, depois de um 7 X1, terminou de chinelos. É rezar para que não sejamos brindados com uma cueca furada ao abrir a internet, qualquer dia desses. 

A simplicidade que se tenta passar através dessas imagens toscas só engana o bolsominion mais idiotizado, que vê nisso, algum tipo de identificação, enquanto os direitos vão sendo retirados. Bancos e grande empresários não olham para a roupa, pois estão mais interessados na falado do presidente Jeca Tatu. 

Dizem que a roupa não faz o homem e que o hábito não faz o homem, assim sendo, não importa com que roupa o Rei esteja, ele sempre estará nu. 




sábado, 16 de fevereiro de 2019

CMS: Punho de Ferro + Bônus

COLEÇÃO MARVEL SALVAT: PUNHO DE FERRO A BUSCA 
POR COLEEN WING - CLAREMONT/BYRNE
Digitalização e Tratamento: Outsider Z/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou MEDIAFIRE

Em 1974, a psique da América tinha sido verdadeiramente capturada pela febre do kung fu. Ela abriu seu caminho na Casa das Ideias com revistas como  The Deadly Hands of Kung Fu e Iron Fist - cujo protagonista estrela este volume. Narrando as aventuras de Danny Rand - um estranho criado na mística cidade de Kun Lun, que viaja para Nova York em busca de vingança pela morte dos pais - foi significativo que a poderosa Marvel lançasse um legítimo clássico das artes marciais. 

Estreando em Marvel Premiere 15, Punho de Ferro passou pelas mãos de vários escritores em suas primeiras edições. No entanto, a partir do número 23, a série ganhou um roteirista regular, que viria a se tornar um dos criadores mais famosos da Marvel: Chris Claremont. Duas edições depois, Claremont convenceu o editor-chefe Roy Thomas a trazer a bordo um novo desenhista canadense, que o escritor estava desesperado para ver em um título Marvel - nenhum outro senão o agora lendário John Byrne. 

De suas splash-pages de abertura, que ficam mais e mais emocionantes a cada edição [não sei do que ele está falando, só há uma splash-page em todo o volume e não é de abertura], às cenas de luta maravilhosamente coreografadas e emocionantes, pode-se sentir que o poder bruto do Punho de Ferro permeia todas as páginas. 

A arte de Byrne aumentou a qualidade da revista [na verdade, a arte de Byrne evolui a cada história. As primeiras, nem dá pra reconhecer o traço direito, era basicamente, muito ruim], consolidando o lugar do personagem como um legítimo herói Marvel.

De certo modo, isso ecoou na narrativa - no decorrer da busca, o jovem artista marcial começa a perceber sua verdadeira vocação de herói. É um ponto de inflexão para o personagem em termos de qualidade criativa, e em sua própria jornada pessoal de propósito e auto-descoberta. (Texto de Marco M. Lupoi e entre colchete, eu).




BÔNUS TRACK MARVEL TEAM-UP - HOMEM-ARANHA/SONJA
Tradução e Letras: Black Bison e Sith/LEMURIA

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou MEDIFIRE

A história que faltou no volume da coleção Salvat Homem-Aranha: Grandes Encontros Marvel, não sei se por falta de espaço ou se porque SDonja estava com a Dynamite. De qualquer forma, é uma história indispensável e, graças ao grupo Lemuria - que acho que já não existe mais - temos aqui essa relíquia escrita por Chris Claremon e desenhada por John Byrne, em seu auge.

Podemos ver a evolução do artista dos desenhos de Punho de Ferro em seus primeiros trabalhos e aqui, como o cara que se tornaria realmente uma lenda. 



sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

HMPM: Defensores

OS HERÓIS MAIS PODEROSOS 
DA MARVEL: DEFENSORES
Digitalização e Tratamento:
Outsider Z/HORDA Inc.

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou MEDIAFIRE

Alguns heróis preferem trabalhar sozinhos, enquanto outros adoram estar em uma equipe e aproveitar a camaradagem. E também há aqueles que desejam trabalhar sozinhos, mas, por causa de uma reviravolta do destino, são forçados a se unir a outros heróis com quem eles nem sempre simpatizam, e não podem dizer "não" quando a segurança do planeta todo está em jogo. Esses são os Defensores, como são mais popularmente conhecidos.

Por mais confuso que isso possa parecer, Os Defensores são descritos por muitos como uma "equipe que não é uma equipe". Eles não têm um estatuto ou uma lista de membros como os Vingadores, nem uma base secreta ou jato patenteado, e muito menos uniformes. Eles simplesmente existem quando são necessários e estão prontos para salvar o dia o mais rápido que puderem, pois assim poderão voltar para suas vidas o mais rápido possível! 

A estreia oficial da equipe aconteceu em Marvel Features 1 (1971), com um grupo formado por Dr. Estranho, Namor, Hulk e Surfista Prateado. Sua união infeliz e cheia de brigas atingiu os leitores em cheio e, em pouco tempo, uma série periódica dos Defesnores foi lançada. 

No entanto, a formação da equipe mudaria constantemente. Valquíria, Felina, Serpente da Lua - basicamente, qualquer uma que ajudasse o grupo era considerado Defensor honorário! A série teve 152 números publicados - embora seu nome tenha mudado para New Defenders (Novos Defensores), a partir da edição 125, porque os quatro membros originais haviam partido. 

Frequentemente, os Defensores se viram combatendo o lado mais místico do Universo Marvel. Mas isso nem é uma surpresa quando se tem o Dr. Estranho como a pessoa mais próxima de um líder do grupo. Invasores alienígenas ou tiranos viajantes do tempo podem ser moleza para os Vingadores, mas, se for uma horda demoníaca ou vilões espectrais batendo na sua porta, só há uma equipe que você pode chamar. 

Para apresentar Os Defensores, escolhemos a minissérie em cinco partes Indefensible, de 2005. Reunindo os quatro membros originais da equipe, esse conto incomum de J. M. DeMatteis, Keith Giffen e Kevin Maguire é, com certeza, uma das histórias mais esquisitas que nossos heróis embarcaram. 

No entanto, não deixa de ser uma obra brilhante com alguns momentos repletos de boas gargalhadas - devo alertá-lo de que ler este volume em público pode fazer com que as pessoas olhem feio para você por causa das suas risadas. 

Este pode não ser o quadrinho mais sério que a Marvel já criou, mas é um que nunca falha quando o assunto é entreter. Da arte brilhantemente expressiva de Kevin Maguire ao texto afiado de Giffen DeMatteis, este é um conto cuja diversão está no absurdo. (Texto by Ed Hammond).




Living with the Dead

VIVENDO COM OS MORTOS - RICHARDSON/STENBECK
Tradução e Letras: The Man Without a Name/HORDA Zombies

PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA ou MEDIAFIRE

O mundo está repleto de zumbis e Palito e Chicote, dois amigos inseparáveis, parecem ser os únicos sobreviventes, pelo menos naquele lugar que parece ter apenas mortos-vivos.

Sempre estão cuidando um do outro, sendo que Palito costuma cuidar mais de Chicote, que é um grande bonachão meio distraído. 

Eis que um dia aparece algo mais perigoso que os próprios zumbis, e que pode destruir a amizade dos dois: uma garota. 

Ela se chama Betty Davis e passa a ser o alvo de atenção dos dois, quer passam a disputá-la, afinal, é a única garota que está viva, e talvez seja a última. 

Deixarão os dois amigos que alguém interfira em uma amizade que, até li, os manteve vivos? 




quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Festival Mix 7

FESTIVAL MIXÓRDIA - PARTE 7
Prisão, Cestos, Castelos, Páscoa, Guerra...



PARA BAIXAR, CLIQUE MEGA


1947 - Brutalidade (Brute Force, Jules Dassin): Na penitenciária de Westgate, reina o medo e a brutalidade entre os presos, com mortes constantes e descaso policial. Joe Collins, um dos presos, odeia o Capitão Munsey, a quem considera uma espécie de ditador dentro da instituição. Após mais uma infração e uma severa punição, Joe e seus companheiros de cela resolvem pôr em prática um plano de fuga que poderá também acabar em muito sangue. (BRRip/MKV/Áudio selecionável em inglês e português/Legenda selecionável em português/98 min./3.20 GB/Preto e Branco)

1948 - Desfile de Páscoa (Easter Parade,Charles Watters) Quando sua parceira de longa data abandona o Ziegfeld Follies, Don Hewes decide mostrar ao mundo que ele era a parte talentosa da dupla escolhendo uma corista qualquer para transformá-la em uma estrela dos palcos. (BRRip/MKV/Áudio em inglês e português/Legenda separada em português-PT/103 min./1.87 GB)

1965 - De Olhos Vendados (Blindfold, Philip Dune): O Dr. Bartholomew Snow, um psiquiatra, trata de um homem com problemas emocionais que, por sua vez, é um brilhante cientista perseguido por diferentes poderes internacionais. Snow logo se vê preso ao desespero e se apaixona pela bela e misteriosa Vicky Vincenti. Mas ela estaria ajudando-o ou seria mais uma outra sinistra figura com a intenção de manipulá-lo? (BRRip/MKV/Áudio em inglês e português/Legenda selecionável em português/101 min./4.50 GB)

1980 - Brubaker (Brubaker, Stuart Ronsenberg): Na prisão sulista de Wakefield, Henry Brubaker (Robert Redford), o novo diretor, chega disfarçado de prisioneiro e assim convive com os detentos, podendo apurar livremente todos os tipos de corrupções e ilegalidades que imperam na instituição. Quando ele se revela encontra uma oposição velada, pois suas idéias reformistas contrariam vários interesses políticos e financeiros. (BRRip/MKV/Áudio selecionável em inglês e português/Legenda selecionável em português e inglês/130 min./2.66 GB)

1982 - O Mistério do Cesto (Basket Case, Frank Henenlotter): Duane (Kevin Van Hentenryck) é um tipo acanhado que chega a New York e se acomoda num pestilento hotel cheio de mendigos e prostitutas. No bolso traz centenas de notas de dólar e, por baixo do braço, carrega um enorme cesto que desperta as atenções. Duane parece um moço ingênuo, mas afinal viajou até a grande cidade com que objetivo? (BRRip/MKV/Áudio em inglês/Legenda em português/90 min./1.51 GB)

1990 - O Mistério do Cesto 2 (Basket Case 2, Fran Henenlotter): Após os acontecimentos do 1º filme, o estranho e introvertido Duane e seu disforme irmão siamês Belial são recolhidos por uma velha médica conhecida como Vovó Ruth, que os leva para uma casa que ela mantém para "indivíduos especiais". (BRRip/MKV/Áudio em inglês/Legenda em português/89 min./1.48 GB)

1992 - O Mistério do Cesto 3 (Basket Case 3: The Progeny, Frank Henenlotter): A saga dos bizarros irmãos gêmeos Duane e Belial continua. Os irmãos saem em uma tranqüila excursão com sua família de "indivíduos especiais" rumo ao sul. Ao mesmo tempo que Belial está a ponto de se tornar pai e seu cesto não é grande o suficiente para sua prole. Mas quando os ajudantes do xerife resolvem seqüestrar os "bebês", a família resolve contra-atacar, com terríveis conseqüências... (BRRip/MKV/Áudio em inglês/Legenda em português/89 min./1.48 GB)

1993 - Entre o Céu e a Terra (Heaven & Earth, Oliver Stone): Durante a Guerra do Vietnã, uma jovem vietnamita é torturada pelos dois lados das forças em conflito. Ao fugir do seu vilarejo, emprega-se como babá em uma casa de família e acaba ficando grávida do dono da casa. Posta na rua pela patroa, torna-se vendedora ambulante e até se prostitui, para sustentar a si e ao filho, até conhecer um sargento americano (Tommy Lee Jones), com quem se casa e vai morar na América. Lá um mundo totalmente diferente se apresenta, mas que também não está livre dos velhos rancores e preconceitos. (BRRip/MKV/Áudio selecionável em inglês e português/Legenda selecionável em português/141 min./2.94 GB)

1995 - O Castelo Maldito/Herança Maldita (Freak Castle, Stuart Gordon): John Reilly (Jeffrey Combs, de "Re-Animator") e Susan (Bárbara Crampton) viajam com a filha para a Itália, onde ficarão hospedados num castelo herdado pela família. Quando começam a aparecer corpos mutilados pelos corredores do castelo, John descobre que uma terrível criatura habita o interior da construção e ele terá que lutar para salvar a vida da esposa e da filha. Um dos mais macabros filmes produzidos por Stuart Gordon, o criador da série Re-Animator. (BRRip/MKV/Áudio selecionável em inglês e português/Legenda selecionável em português e inglês/94 min./1.65 GB)


Business

category2