quarta-feira, 14 de julho de 2004

A Poesia Não Tem Fim

A POESIA NÃO TEM FIM

Antes de tudo, até mesmo da palavra, a poesia já falava
Antes mesmo da escrita, a poesia já era dita
Antes mesmo do primeiro amor, a poesia já tinha ardor
A poesia sempre esteve presente

Antes mesmo da primeira rosa nascer, a poesia já estava a florescer
Antes mesmo de teu beijo eu sentir, a poesia já estava aqui
Antes até de eu louvar a tua beleza, a poesia a descrevia na natureza
A poesia nunca esteve ausente

Antes da primeira chuva cair, a poesia era quem te fazia sorrir
Antes do teu olhar me inspirar, a poesia estava a te buscar
Antes de teu abraço carinhoso, a poesia já me deixava saudoso
A poesia sempre foi coerente

Antes mesmo de você e de mim, a poesia já não tinha fim

Nenhum comentário:

Business

category2