segunda-feira, 9 de janeiro de 2006

A Origem

A ORIGEM

Depois de ser mordido (porque essa coisa de levar picada é meio gay) por um scanner radioativo, vindo de um planeta que se auto-destruiu a si mesmo, Eudes Prado adquire super-poderes, entre eles o de cortar revistas sem remorso para escanear, pois seus instintos de colecionador nerd foram alterados pelos raios gama, que o scanner de outro planeta adquiriu, quando passou pelos raios cósmicos da Zona Fantasma.

Adquirindo o codinome de OutsiderZ, ele partiu para sua primeira missão: escanear Camelot 3000. Não foi um bom começo, e os vilões Weblogger e Kit.Net não deram-lhe descanso, fazendo aprender que "com grande arquivos, vêm grandes dores de cabeça". Tendo seus arquivos de scans apagados vez após vez devido à maldita vilã Taxa de Transferência de Download, OutsiderZ procurou sempre uma nova base de operações, que sempre era invadida e saqueada pelos vilões da Liga da Injustiça Inc.

Logo se juntou a ele seu parceiro-mirim Garfield, que depois de bons serviços prestados pela batalha dos scans, foi para o lado negro do scanner, montando uma corporação que quer fazer o que agora ele tenta fazer todas as noites: DOMINAR O MUNDO... ou pelo menos 80% dele. Depois de muitas batalhas contra o Garfield do Mal , OutsiderZ resolve que não havia porque ficar dando murro em ponta de chifre e resolveu trilhar seu caminho seguindo os preceitos da Grande Rapadura Açucarada: quem com PDF fere, com conversor de PDF será ferido.

Mas o Apocalipse de OutsiderZ ainda estava por vir, a Morte do Rapadura Açucarada, em edição especial, papel touché, 1.208.391 páginas, lombada canoa e a um preço módico de 398.000 dólares, pois o mercado de scans não está indo muito bem devido a essas malditas revistas de papel. Sim, depois de morrer e, claro, na tradição das grandes embromations dos quadrinhos, ele ressuscita, mais forte, mais bonito, e em 25 sabores diferentes, incluindo carne seca mentolada.

Assim, em seu V.2, Rapadura Açucarada segue com novos e antigos personagens, cada um com sua parcela de participação, fazendo da "distribuição digital de quadrinhos", a grande aventura a ser trilhada, seja em minissérie, arcos fechados ou encadernada.

Para o alto... e dá START aí!

Nenhum comentário:

Business

category2