segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Meus Problemas com as Mulheres


MEUS PROBLEMAS COM AS MULHERES
Uma Saga na Vida de Robert Crumb

Image and video hosting by TinyPic
Para baixar, clique aqui

Sinopse: A edição reúne várias histórias sobre a trajetória de Crumb, da infância à idade adulta, e seu relacionamento com o sexo oposto. Neurótico e com uma grande baixa estima, Crumb tinha tudo para ser mais um entre os muitos homens que apenas sonham em ter muitas mulheres. Porém, com a fama, vieram as garotas... e os problemas. O autor deixa claro seu fetiche por mulheres avantajadas, principalmente na parte traseira. Assim, ele derrama todas as sua taras pelas páginas e as consequências disso ao lidar com o sexo feminino.

A experiência de Crumb nos mostra que com grandes poderes vêm grandes bundas, mas que é preciso lidar com as pessoas que carregam essas bundas. O autor chegou até mesmo a se casar uma primeira vez e tentar levar uma vida marital normal, mas suas taras não deixaram que o matrimônio durassem muito tempo.

Durante o auge de seu sucesso nos fins da década de 60 experimentou drogas e muitas mulheres, sendo que cada uma dessas coisas proporcionavam viagens diferentes. Casou-se uma segunda vez, e vive com sua segunda esposa até hoje.

O autor é famoso por expor abertamente seus medos, paranóias, taras e personalidade em suas obras, criticando tudo e a todos, inclusive a si mesmo. Não que isso seja uma forma de redenção. É, antes de tudo, uma forma de fazer quadrinhos underground. Crumb escreve e desenha sobre algo que ele conhece muito bem, ele mesmo. E funciona, já que continua arrebanhando milhares de fãs durantes todos esses anos.

Como disse Aline Crumb sobre a supervalorização dos quadrinhos de Crumb, na Flip (Festa Literária Internacional de Paraty) em que o casal esteve:

É bom, a gente faz muito dinheiro com isso.

4 comentários:

Eduardo disse...

O Crumb poderia ser um típico brasileiro, por essa tara em bundas... Valeu pela postagem, Eudes.

Eudes Honorato disse...

De nada, Eduardo.

Filipe Tavora disse...

Magnífico post! Sem o R.A eu não conseguiria ler este ótimo quadrinho! Meu mais profundo agradecimento caras!

Anônimo disse...

Boa HQ/ Banda Desenhada.
Saudações de Portugal!
Luís Miguel

Business

category2