domingo, 24 de novembro de 2013

ComicMania e Eu


COMICMANIA RJ, UM EVENTO QUE MERECIA MAIS
Eventos nerds no RJ são relegados ao mais ou menos

Image and video hosting by TinyPic
Resumo da minha ida à ComicMania (clique)


A nova edição da ComicMania-RJ ainda vai até o dia 1o. de dezembro. Fui no segundo dia (23/11) e, assim mesmo porque o ilustrador Daniel HDR fez questão que eu fosse. O que aconteceu foi o seguinte: eu vi os anúncios sobre o evento e que o local seria um tal Castelinho do Flamengo. Quando falei com minha esposa, a Lia, que mora aqui há mais tempo que eu, ela disse que sabia onde era, e me descreveu o lugar. Quando me dei conta de onde era, pois lembrei assim que erla descreveu, levei um susto. Era um lugar minúsculo e apertado para uma convenção de quadrinhos. Se não fosse o fato de rever o amigo HDR, acho que não teria ido. Apesar de tudo a programação foi muito boa.


Image and video hosting by TinyPic
Manoel de Sousa, editor da MSH


O Manoel de Souza deu uma palestra sobre como surgiu e como é feita a revista Mundo dos Super-Heróis, daq qual ele é o editor. Apesar da precariedade do local, foi uma palestra significativa, onde se podia ver e sentir a paixão pelo mundo dos quadrinhos de uma pessoa e como essa paixão se tornou um veículo de comunicação para todos os leitores de HQs, tanto os antigos quanto os iniciantes.

Deixando sempre claro a vantagem da revista para o conteúdo da internet, mostrou que é possível sim, ainda nesta era virtual, termos uma revista que informe e divirta bem mais do que ao se navegar por sites a procura de informação sobre o mundo dos super-heróis. Falou rapidamente também sobre como ela é produzida e o pequeno grupo de pessoas ali presentes se mostrava bem animado em ouvir.

Quando percebi de quem seria a paletra logo me lembrei de como próprio editor que ali nos falava, fizera uma pequena matéria no fim da edição #1 da revista, sobre o Dicionário Marvel e, no fim dela, citou o fato de ele existir em scans, feito por um tal Eudes. Estar presente na realização de um sonho desses, foi uma honra. No meio da palestra lembrei-lhe desse fato e, no decorrer dela, foi engraçado ele citar que muitas vezes pegava imagens para a revista do blog que vos fala.


Image and video hosting by TinyPic
HQ de Guilherme de Souza


Andando pra cima e pra baixo (literalmente) parei em uma mesa de autores independentes. Quando eu estava olhando as HQ, um deles parou e perguntou se eu era o Eudes. Foi engraçado, mesmo que me deixasse sem jeito com essa inversão. As pessoas acabam me conhecendo sem que eu as conheça. Olhando as HQs me surpreendi com "Quer Dançar", de Guilherme de Sousa (o que me reconheceu primeiro). Uma história em quadrinhos sem diálogos que diz bem mais do que a capa dá a entender. É praticamente um conto de romance/terror/FC em 30 páginas.

Infelizmente não lembro o nome dos outros autores. Os motivos são: falta de memória e timidez. Não vou a esses eventos como se fosse blogueiro, que vai escrever sobre eles depois. Escrevo se dá na telha. Então não anoto nada, não gravo e não pergunto, por fico sem graça de perguntar vez após vez o nome da pessoa, já que me esqueço. Só gravei o do Guilherme Sousa porque está na HQ. Mas, quem sabe um dia tomo jeito.

Além dos quadrinhos independentes havia um pessoal vendendo action figures, camisas e quadrinhos usados, importados ou não. Algumas coisas em um bom preço, outras fora da alçada de um nerd pobre, como o batmóvel da série de TV da década de 60, que caí na besteira de perguntar o preço e o rapaz me disse, na maior calma, que era R$ 500,00. Quase engasguei com o susto. "Mas abre as portas". Ah, tá.


Image and video hosting by TinyPic
Mano HDR


Conheci o Daniel HDR quando ele me adicionou ao Facebook e eu fiquei me perguntando porque diabos um ilustrador conhecido estava me adicionando. E pior, ele falava comigo! A coisa ficou mais surreal quando deu pra ver que ele conhecia mesmo o RA e sabia que eu escaneava. Bom, pensei, é só isso mesmo. Até que ele veio a uma escola de quadrinhos do RJ e nós nos conhecemos. Num mundo cheio de estrelismos, ficou difícil de acreditar que o cara era real e gente fina toda vida. Entre papos sobre super-heróis em tampas de margarina, José Garcia Lopes e uma participação no seu ArgCast, ficamos realmente amigos e não mais apenas conhecidos.

Sua mesa na convenção ontem, era muito mais uma reunião de amigos do que de fãs propriamente dito. Entre acontecimentos bizarros, como a aparição de um amigo sumido, que da última vez que vi era um moleque sem pelo na cara e agora aparecia com uma barba de filósofo, nós ríamos e contávamos cada um os seus causos, enquanto HDR ilustrava sketchbooks e dava autógrafos. Era quase uma palestra improvisada em que o tema não existia. Certa hora juntou tanta gente que um dos organizadores precisou arrancar as pessoas de lá para irem ver a palestra do Kyle Higgins, roteirista de Asa Noturna. Como eu já estava prestes a ir embora, fiquei por ali mesmo.

Apesar das minhas críticas, ainda é um evento nerd divertido. Só queria apenas não ter esse sentimento de "já que não temos nada mesmo, então vamos dar graças pelo que aparece". Precisar se deslocar para Belo Horizonte ou São paulo para eventos maiores é um tanto decepcionante. Fica minha torcida de que as coisas voltem a digivoluir.


Image and video hosting by TinyPic
Ilustração de Iolando Valente (via Facebook)
Clique para ampliar


4 comentários:

Daniel HDR disse...

Falou tudo, meu velho! Foi legal demais rever você, cara! E se der as caras pelo RS, sabe que deve pelo menos me comunicar, pra vc conhecer Porto Alegre :) Abração!

Anônimo disse...

Alguma previsao para quando sai o Universo X? Mal posso esperar para ler.

Eudes Honorato disse...

rsrsrssrsrsrs a intenção é que seja até o fim desse mês.

Dcnauta Marvete disse...

Olá novamente, Eudes.
Pra quem nunca comentou, estou até exagerando. Mas vai ser só mais este (hoje, rs).
É apenas para enfatizar a coincidência de você ter mencionado dois dos caras mais legais ligados profissionalmente ao mundo dos quadrinhos: Daniel HDR e Manoel de Souza.
Como falei, estou entrando na onda dos podcasts e, de longe, Daniel HDR, além de megailustrador, é um grande podcaster (essa palavra existe?). Deixei um elogio no Argcast, sem qualquer expectativa, e o cara me respondeu!
Da mesma forma, Manoel de Souza já publicou alguns e-mails que mandei para a MSH, revista que coleciono desde a número 01, além de também responder aos contatos.
São profissionais diferenciados e, como você atestou, gente boa também.
É isso. Boa noite. Valeu.

Business

category2