quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Transmetropolitan - Volume 01


TRANSMETROPOLITAN - VOLUME 01
Scans by Onomatopéia D./Rapadura A.

Image and video hosting by TinyPic
Para baixar, clique AQUI


Só vim a saber quem era Warren Ellis quando li The Authority e Planetary. Até então ele era um ilustre desconhecido, para mim. Pelas HQs citadas pude ver que seu estilo era violento e, ao mesmo tempo, muito inteligente.Também havia um sarcasmo inerente aos dois títulos que vinha direto da personalidade do autor. Planetary se tornou um dos meus quadrinhos favoritos. The Authority só prestou enquanto ele e, depois, Mark Millar escreveram.

Somente tempos depois descobri Transmetropolitan. Pude perceber que o personagem, Spider Jerusalem, já era bem venerado pelos fãs dos quadrinhos Vertigo. Tentei ler, mas a publicação aqui era pela péssima Braisntore. Mesmo em scans, a coisa não era muito constante, então desisti. Com a Vertigo nas mãos da Panini, um dos grandes milagres editoriais que se esperava aconteceu: o título começou a ser publicado, mesmo que vagarosamente, em encadernados de capa dura. Somente então, comecei a ler Transmetropolitan de verdade.

Para quem - ainda - não conhece: Spider é um jornalista que vive em um futuro distante. Se auto-exilou por cinco anos, vivendo como um eremita, até que é convocado pelo seu editor para escrever um dos livros pelo qual foi pago. Desesperado com as consequências do não cumprimento do contrato, Spider desce de sua montanha e vai para a cidade tentar arranjar um emprego, conseguir moradia e assim começar a escrever o maldito livro.

De volta ao mundo que preferia evitar, Spider aponta sua máquina de escrever para uma rebelião de pessoas conhecidas como transientes, gente que quer ser aceita como é, metade humano, metade alienígena. Pressentindo que as coisas podem sair do controle, Spider não pode fazer muita coisa a nço ser o que ele sabe fazer de melhor, ser um jornalista. Estando no olho do furacão, Spider sente que está de volta a ativa e agora é pra valer.


21 comentários:

Anônimo disse...

Ai sim caralho! Obrigado Eudes!

Gabriel disse...

Incrível lançamento, sem palavras
Muito Obrigado

Anônimo disse...

Pessoal

criei um torrent com 75 gb de mangas.

por favor, ajudem a divulgar.

-ST

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=218025135056145&set=a.207547412770584.1073741829.204983713026954&type=1&theater

ou

https://www.facebook.com/scantorrents

FLAVIO SAMPAIO disse...

Tô chorando de alegria Eudes,obrigado por mais essa.

Anônimo disse...

É o Spider Jerusalem ou o Alan Moore porra?! Igualzinho! Tinha ouvido o escritor Ferréz comentar e indicar essa obra há um tempo atrás, onde ele dizia que Transmetropolitan era muito bom e tal e que falava bem dessa época atual da internet viabilizar um jornalismo mais independente.

Anônimo disse...

Você tá fazendo o resto da galera dos scans ficar mal na fita!

Eudes Honorato disse...

hahahheuhaue que nada Anônimo... o pessoal faz muita coisa boa, eu mesmo queria ter tempo pra baixar e ler.

FLAVIO SAMPAIO disse...

Na minha modesta opinião Eudes, o material que você posta é o que tem de mais relevante no mercado de quadrinhos, pelo menos pro meu gosto.

Eudes Honorato disse...

:D

Anônimo disse...

UUOOUU!! Belo trabalho!

gil Silva disse...

Cara, muito obrigado por disponibilizar isso, no momento é o meu maior desejo de leitura em quadrinhos. Os scans aqui no Brasil pararam no número 30. Por favor, me diga que já tem os proximos número lançados pela Panini, porque acho que eles já estão um pouco adiante disso.

Obrigado de novo, você é o grande Jedi dos Scans.

Eudes Honorato disse...

Sim, já tenho os outros lançado pela Panini. :)

Anônimo disse...

Lê The Music of Marie Eudes, por favor, quero te apresentar algo legal lido por mim recentemente. Só jogar The Music of Marie e porra no Google que tu acha muito bem traduzido para o português. Um abração Eudes :)

Eudes Honorato disse...

Tá certo, Anônimo, vou tentar. Obrigado :D

Anônimo disse...

Olá

Gostaria de fazer uma parceria de troca de banners com o seu blog.
Já adicionei o banner do seu blog no nosso.
Segue o endereço do nosso blog para firmarmos a parceria.

http://marvelclube.blogspot.com.br/

Um grande abraço e parabéns pelo trabalho.
É uma referencia para todos nós!

wil disse...

Muito Obrigado pelo scan, admiro muito seu trabalho.

Filipe Tavora disse...

Olá Eudes

Cof, cof, bem, estava eu lendo algumas encomendas via Comix, no caso, Transmetropolitan 4 - Cidade Solitária (depois de terminar Preacher, pelo Rapadura Açucarada, cof, cof) -que no caso, foi o meu primeiro volume de Transmet lido, e era para ser o primeiro. Hehe, a história é longa-. E, inevitavelmente, foi quando viciei. Comecei a injetar doses homeopáticas, porém todos os dias, como se minha vida dependesse disso.

Mas aí é que está: o volume terminou! Em completo estado de abstinência total, imediatamente encomendei o segundo e terceiro volume pela já citada, loja Comix. O problema é que o primeiro exemplar já havia se esgotado (há um bom tempo por sinal), então eu simplesmente corri (ou naveguei) feito um louco, determinado a ir até o âmago da Internet para achar mais doses do incrível Transment.

E é aí que você entra Eudes. Não tenho palavras para agradecê-lo (e ao Vertigem e Coringa Files também) pelo ótimo e voluntário trabalho. Vocês fazem a diferença na minha vida, acreditem, me salvei de ser um babaca por causa dos Quadrinhos, e Transmetropolitan é perfeito para pessoas que precisavam de tal ajuda como eu!

Muito obrigado e, por favor, prossiga com o ótimo trabalho!

Eudes Honorato disse...

De nada, Felipe. Enquanto puder, estaremos aí.

Nano Falcão disse...

O melhor do Ellis é sua capacidade de contar histórias em 22/24 páginas de quadrinhos. Isso é muito, muito raro, hoje em dia. Um dos motivos que adorei acompanhar Planetary através dos scans, é que sempre cada número surgia eu poderia lê-lo sossegadamente sem me preocupar com a história anterior ou a continuação, pois era uma história fechada, completa. O mesmo com várias edições da Stormwatch e Fell. Não por acaso, para mim, as melhores histórias de Transmet são as fechadas, como aquela em que narra o destino dos "despertados", ou o dia de Spider assistindo TV.

Bruce Wayne. disse...

O Spider assistindo TV é um clássico, ou mesmo quando ele vai numa convenção de "religiosos" vestido com uma toga e começa a descer o cacete num reverendo.

Sylvio de Alencar. disse...

Muito louco este 'gibi'. Bem desenhado, história legal, show!!

Valeu, Eudes!

Business

category2