quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Planetary - Volume 02 de 04


PLANETARY - VOLUME 02 de 04
Scans by Rapadura Açucarada/Onomatopéia Digital


Image and video hosting by TinyPic
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI


No segundo volume de Planetary nossos heróis vão ao enterro de Jack Carter, um mago inglês, que é uma refrência a vocês-sabe-quem. Esta história, com Carter como centro, também é uma homenagem à "invasão inglesa' nos quadrinhos americanos. Invasão da qual o próprio Warren Ellis fez parte. No enterro do mago podemos nos divertir procurando as muitas refrências, muitas delas bem óbvias, outras nem tanto. Até mesmo Grant Morrison está ali, junto ao seu primeiro grande sucesso na Vertigo. Ellis aproveita para satirizar como o super-herói decadente perdeu campo para as HQs mais adultas do novo selo.

O capítulo oito faz uma bela homenagem aos filmes de ficção-científica dos anos 50, onde qualquer coisa podia vir a ser uma ameaça, desde formigas gigantes até mulheres de 15 metros. Esta história nos é apresentada por uma figura que não nos diz seu nome verdadeiro, mas que logo sabemos quem é. Afinal, sua morte não ficou envolta em mistérios? Ellis se aproveita disso e a ressuscita, mesmo que por apenas um curto período de tempo.


Image and video hosting by TinyPic


Planeta Ficção nos apresenta Ambrose Chase, o homem a quem Elijah Snow substituiu. Nesta história, um grupo de cientistas criou um mundo fictício e enviou uma missão ao tal mundo, para trazer alguém de lá. Este conto parece fazer referências à Matrix, tanto no vestuário de Ambrose Chase, quanto nas cenas que acontecem em "câmera lenta" e nos moldes do filme dos irmãos Wachowsks.

Na sequência, Magia e Perdas traz referências mais reconhecíveis. Elijah Snow se depara com objetos que pertenceram a seres extraordinários. No capítulo onze temos o encontro de Snow com John Stone, um agente secreto que é um cruzamento de James Bond com Nick Fury. Inclusive, a capa é uma clara homenagem à arte de Jim Steranko, desenhista de Fury por muito tempo.

O último capítulo deste volume é uma história centralizada em Elijah Snow e em uma revelação arrebatadora... para quem não conhece Planetary, claro.


6 comentários:

sobral disse...

Tá ligeiro, rapaz!

Anônimo disse...

Caramba! por essa eu não esperava.
Obrigado de novo!
Planetary é uma obra-prima.
Estou completamente viciado.
Sei lá... obrigado mais uma vez.

Máq disse...

Eudes totalmente sem limites.
Tão rápido. Esses eu comprei, mas é sempre bom ter o "backup" digital rsrs(Isso não fez muito sentido...).

Anônimo disse...

Após muito tempo encontrei uma série viciante.
Tão cativante que estou à cata das edições impressas, que merecem estar não em uma estante, mas na cabeceira da cama como leitura obrigatória.
Obrigado por me apresentar a essa obra fantástica.

robson firmino cavalcante disse...

aê, mais uma, e rapidaço, hehehe, valeu demais eudes...

Anônimo disse...

rapidao essa, hehe.
bom demais
hsm

Business

category2