segunda-feira, 13 de abril de 2015

Demolidor: O Homem Sem Medo/A Queda de Murdock


DEMOLIDOR: O HOMEM SEM MEDO
Diogitalização e Restauração by Onomatopéia Digital


Image and video hosting by TinyPic
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Com o sucesso da série produzida pela Netflix, me vejo na obrigação de republicar os scans destas duas obras que talvez sejam as mais importantes na história do personagem. A série capturou perfeitamente a essência de Matt Murdock e levou para as nossas telas de TV. Assim como sofreu uma revolução nas mãos de Frank Miller, nos quadrinhos, agora é a vez de isso acontecer em live action.

A vida gráfica do Demolidor se divide em duas eras: AM e DM (Antes de Miller e Depois de Miller). Frank Miller era apenas desenhista, ilustrando os argumentos de Roger Stern, até que um dia, cairam na besteira de deixar com que ele assumisse també os roteiros. Foi o começo de uma Era de Ouro para o personagem.

Miller criou novos personagens, incluindo a ninja Elektra, que descobririamos, era uma antiga paixão de Murdocl, que voltava a sua vida, muito mais mortal. A ampliação no conceito do personagem foi tanta que, nada era mais natural que o autor nos recontar sua origem do seu ponto de vista. Foi onde surgiu a minissérie Demolidor: O Homem Sem Medo. Miller estava no auge, já tendo reestruturado um personagem ainda mais icônico: Batman. Isto sem contar que ele nos dera a história mais eletrizante de Demolidor, que está publicada logo abaixo.

DEMOLIDOR: A QUEDA DE MURDOCK 
Digitalização e Tratamento by Onomatopéia Digital

Image and video hosting by TinyPic
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Frank Miller já havia deixado de escrever o personagem há alguns anos, quando a Marvel o convidou para fazer isso mais uma vez, em um arco que se intitularia Born Again, aqui no Brasil conhecido como A Queda de Murdock. Mal sabia a editora que estava preparando o nascimento de um clássico que redefiniria, novamente, o Homem Sem Medo.

Na história, a identidade secreta do Demolidor é vendida a ninguém menos que seu maior nêmesis, Wilson Fisk, o Rei do Crime. Com essa informação em seu poder, o chefe do crime organizado da cidade de Nova York decide, não apenas executá-lo, mas, retirar tudo dele e deixá-lo na miséria e sem amigos.

Ilustrada pelo mesmo David Mazzuchelli de Batman: Ano Um, a HQ é um primor de narrativa e mostra o quanto Frank Miller estava no auge de seu talento. Quando o rei percebe que "um homem que perdeu tudo, é um homem sem medo", é tarde demais.

18 comentários:

raimundo disse...

Ótimo.miller no auge.scans 2.0,e de bônus dica de como assistir.só podia ser no Rapadura.muito obrigado e RA para todos.

Marcia Cogitare disse...

Opa, o pacote completo

Um verdadeiro combo

Hug

Anônimo disse...

Muitoooooo obrigado!

Manoel Almeida disse...

Eudes, parece que o segundo link não se refere à QUEDA DE MURDOCK. A conferir. Abraço.

Eudes Honorato disse...

Consertado.

Manoel Almeida disse...

Grato!
Baixando...

fulvio maranesi disse...

Valeu por esse Post, clássico indispensável.

Agora só falta Maiores Clássicos do Demolidor - Frank Miller versão 2.0.

Obrigado mesmo!

Anônimo disse...

Cara, acabei de descobrir esse blog... Muito conteúdo, muita dedicação, e bons textos; é um ótimo site. Parabéns!

kirk disse...

Gostei mais da Queda que da origem. Talvez seja por estar ficando velho, mas não posso nem mais ouvir falar da origem de heróis clássicos, hehhehehehe.....

Anônimo disse...

Caro Edues, haveria uma forma de indicar alguns hqs do demolidor, as mais essenciais...baixei o volume "os clássicos de frank miller"; ha´alguma dica alem dessa? não conhecia muito o personagem,a não ser por conta desses hqs q vc publicou; quem tiver dica, agradeço!

Eudes Honorato disse...

Os clássicos de Frank Miller são quatro volumes. Há tb a Graphic Novel do Demolidor, escrita por Miller e desenhada por Bill Sienkwiecz, além das fases posteriores de Brian Michael bendis, e outras, mas estas não sei como fazer para encontra-las.

Anônimo disse...

Valeu Eudes! Anotado! Sempre que posso dou uma passada por aqui...e lá no Onomatopéia. Não era muito ativo na época, mas sou remanescente do F.A.R.R.A...Conheci muitos hqs lá...alguns meses depois que cadastrei o fórum caiu...é pena, mas pelo menos vc continua com esse ótimo trabalho!
Valeu!

Anônimo disse...

Valeu Eudes! Anotado! Sempre que posso dou uma passada por aqui...e lá no Onomatopéia. Não era muito ativo na época, mas sou remanescente do F.A.R.R.A...Conheci muitos hqs lá...alguns meses depois que cadastrei o fórum caiu...é pena, mas pelo menos vc continua com esse ótimo trabalho!
Valeu!

Anônimo disse...

Caro Eudes,

Se me permitir, deixo dois links do excelente blog do Irapuan Peixoto. Neles, nosso amigo Anônimo poderá vislumbrar um pouco da trajetória do Demolidor nos quadrinhos, inclusive com recomendações para leitura.

Ah, claro, obrigado, sempre, por sua dedicação.
Grande abraço!

Marco Aurélio

https://hqrock.wordpress.com/2015/01/31/demolidor-as-melhores-historias/

https://hqrock.wordpress.com/2015/04/19/demolidor-a-trajetoria-do-homem-sem-medo-nos-quadrinhos/

Anônimo disse...

Valeu, Eudes.
Você é o cara !!!

Anônimo disse...

Um clássico.
Vejo essa história como um paralelo da história de Jó, na bíblia.

Manoel Almeida disse...

Tem razão, há muito em comum com a narrativa bíblica. A saga podia muito bem se chamar "O livro de Murdock".

Marcelo disse...

Demolidor meu herói predileto, depois do Homem-Aranha que infelizmente até hoje não teve algo realmente digno dele escrito por ninguém que tenha nascido ainda.

Business

category2