sábado, 14 de maio de 2016

Born To Fight

NASCIDO PARA LUTAR - 2004
BRRip/MKV/Aúdio: Tailandês/Legendado/Widescreen/875 MB

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

Um policial tailandês prende um traficante que também é um general ligado a terroristas. Depois disso, em  seu tempo de folga, resolve acompanhar sua irmã, que é atleta, a um evento de caridade que ela e seus outros amigos, também atletas, organizam em um vilarejo carente. 

Porém, em meio a animação e entrega de brinquedos e roupas, um exército terrorista invade o vilarejo e mata dezenas de pessoas fazendo todo o resto de refém. Suas exigências: que o primeiro ministro liberte um certo general que foi preso recentemente. Coincidências acontecem, oras. 



Pe Deaw, o policial, consegue escapar do massacre e se esconder. Vai tentando matar os terroristas que encontra pelo caminho, porém, seus minutos de duro de matar duram pouco, pois logo é capturado. Agora, para conseguir salvar a si, sua irmã e os reféns, ele precisa fazer com que todos lutem, pois ele já sabe algo que os outros não sabem: os terroristas matarão a todos, mesmo que suas exigências sejam atendidas. E mais, lançarão um míssil com uma bomba atômica sobre Bangkok. Desgraça pouca é bobagem. 



Este filme estava perdido em meus arquivos e ontem resolvi assisti-lo. Nem lembro como ou porquê eu o baixei, mas sei que eu demorei demais para assistir essa obra-prima do cinema de ação em que o que menos importa é a história. 

O cinema de ação da Tailândia é repleta de loucos que fazem o Jackass parecer brincadeira de criança. As cenas por trás das câmeras que vem com os créditos finais deixa isso claro o suficiente. 

Como todo bom filme de ação, que deseja capturar sua atenção, este aqui começa com uma sequência de tiroteio, perseguição e lutas, tudo isso envolvendo dois caminhões em movimento. E tudo isso, antes dos créditos iniciais. 



O ator central tem o carisma de uma batata. Mas, isso é irrelevante, já que nem diálogos de verdade, ele tem. O ponto focal do filme é como as pessoas precisam lutar até o fim, quando não se tem mais esperança de nada. 

As cenas do massacre inicial chegam a ser chocantes e algumas parecem reais demais. Homens, mulheres, crianças e idosos são mortos sem piedade. Dessa chacina e do discurso do herói nasce o desejo de revidar, pois só assim haverá chance para que alguns sobrevivam.Assim, não temos aquela síndrome de John Mclane e o heróis não salva o dia sozinho. 




Muitas cenas de luta são impressionantes outras nem tanto. Algumas são inesperadas, como da menininha contra o homem que matou seu pai e a do homem sem uma perna. 

Outra cena incrível é a que o herói luta com outros dois e os três usam como armas pedaços de madeiras em brasa pura. A cada porrada voam fagulhas, deixando tudo com um ar muito surreal. 

Não posso esquecer que todos os atletas que estão no vilarejo também lutam, cada um usando as técnicas de seu esporte específico. Algumas lutas parecem forçadas, mas outras ficam muito boas. 





O filme não é um primor de roteiro, mas, isso pouco importa, como eu já disse antes. Para quem gosta de filmes de ação e artes marciais ele cumpre seu objetivo muito bem. É porrada de sobra para todo mundo. 



Nenhum comentário:

Business

category2