quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Michiko to Hatchin

MICHIKO & HATCHIN - 2008
BRRip/MP4/Áudio: Japonês/Legenda embutida em Português/
22 Episódios/95 MB em média cada/24 min. em médida cada
Créditos: AnimesADVANCED [Ryuusei]

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI
Senha: Ciclotron
LINKS ALTERNATIVOS AQUI

Michiko To Hatchin (Michiko e Hatchin) é uma verdadeira pérola entre os animes. Para começar ele se passa no Brasil. Bom, não exatamente no Brasil que conhecemos, mas em um Brasil criado exclusivamente para o anime. Um lugar que é uma mistura de países latinos e com uma pitada de Espanha e Japão.

A moeda do país é o Arca, que é bem parecido com nosso Real. As cidades têm os nomes mais estrnahos e aleatórios possíveis. Para se ter uma ideia, existe uma cidade com o singelo nome de Diarréia. As pessoas têm prenomes em japonês e sobrenomes brasileiros, mesmo que elas sejam negras, por exemplo. 

Tudo isso torna o Brasil de Michiko to Hatchin um lugar quase místico, onde no que seria o Rio de Janeiro, temos pessoas de circo que traficam crianças usando balões para isso. Numa outra cena, temos uma tourada e, mais adiante, em outra cidade desse Brasil, temos ruínas astecas. 

Mas, vamos à história: Michiko Mallandro (ou "marandro", comop é pronunciado), é uma assaltante de bancos cumprindo uma pesada pena. Porém, ela decide que não vai ficar mais na cadeia e foge. A policial Jumbo a caçará por quase todos os episódios. Elas têm uma história juntas, pois se conhecem desde a infância. 

Hana é uma menina sem pais que foi adotada por uma família japonesa,. Um padre, sua esposa e filhos são a família da pequena Hana de nove anos. Sua vida ali é um inferno. Ela ainda não sabe, mas ela é filha de Michiko, e esta está vindo para resgatá-la. 





O interesse de Michiko em hana (a quem chama de Hatchin) é usá-la para encontrar o pai da menina e o homem de sua vida: Hiroshi Morenos. Talvez, vendo a menina, Hiroshi pare de fugir, como tem feito a vida toda. 

Hiroshi era amigo de Satoshi Batista e os dois já foram da gangue de bandidos conhecida como Monstro. Satoshi agora é procurado pelos membros da Monstro, que querem matá-lo. Michiko e Hatchin entram no fogo cruzado entre eles. 

Fugindo da polícia, da Monstro e procurando Hiroshi, as duas fazem uma espécia de road movie que se mistura a uma Cidade de Deus. Cada vez que chegam mais perto de encontrar o pai de Hatchin, ele parece ficar mais distante. 

Enquanto Michiko é impulsiva e infantil, Hatchin é uma menina centrada e responsável. As personalidades das sua entram em conflito constantemente e Hatchin não a vê como mãe, mas como um fardo que ela precisa carregar. Mesmo assim, as duas vão, a cada episódio fortalecendo vínculos que demoraram nove anos para ter. No fim das contas são as duas contra o mundo. 




7 comentários:

Marc Soap disse...

Que maravilha. Já pensou se alguém criasse um Japão onde 40% da população adulta é composta de virgens, 27% da população vivesse confinada em quartos escuros acessando a internet, onde todos fossem como formigas treinadas pela escola e governo e que crescessem sem ao menos abraçar um ao outro, onde as relações sociais fossem o mais artificiais possível com regras formais ridículas que tiram toda a espontaniedade da vida, em que tudo fosse tão esquisito que para muitas o ideal seria dar lucro para empresas, onde as pessoas colocassem comida para mortos comerem e as pessoas fossem discriminadas por ter tatuagens? Ah! seria apenas o Japão normal

Daniel Rosas disse...

Bicho o blog é maravilhoso! Mas essa forma de download não é tão legal, seria bom arrumar outra forma. Parabéns pelo Blog!!

Daniel Rosas disse...

O blog é maravilhoso!! Mas essa forma de download não é nada boa, então seria uma boa arrumar uma outra forma que não cobre sempre que entrarmos.Parabéns pelo blog!

Daniel de Marins disse...

kkkkkkkkk Esse país chamado "Brasil" deve ser top. Vou conferir...

Luisinho Smurf disse...

Ow...Eudes! Não consigo baixar mais de la cara...tinha bonus mas ja acabaram...e não encontrei outra forma de burlar, ok! Posta em outro local...eu queria ver esse desenho, cara!!!

Eudes Honorato disse...

fEITO.

Querco disse...

Esse anime é muito bom. A trilha sonora é uma coisa linda, tem a grande Áurea Martins cantando. É uma maneira muito legal de se fabular sobre o Brasil sem cair em estereótipos degradantes.
Eu esperava mais do final, mas não estraga o conjunto.

Business

category2