segunda-feira, 21 de novembro de 2016

RA: 14 Anos de Compartilhamento

RAPADURA AÇUCARADA:  14 ANOS DE COMPARTILHAMENTO
Porque se fosse planejado nada disso teria dado certo



Eu estava com 33 anos quando tudo isso começou, 14 anos depois estou com 47 e ainda sinto como se estivesse lá, naquele começo em 21 de novembro de 2002.

Era um tempo sem Facebook, sem Whatsapp e sem a internet rápida como ela é hoje. Mesmo já tendo enveredado pelos caminhos dos blogs uma ou duas vezes, a verdade era que o formato não me chamava muita atenção. As tentativas anteriores foram apenas para "ver o que era aquela nova mania", mais nada. Eu ainda preferia ficar conversando com o povo pela rede social daquele tempo: o Outlook. Para quem é jovem demais para saber o que é, era o software para envio e recebimento de e-mails. Nem sei se ainda existe. 


O fato era que, por ele era possível acessar os canais de troca de ideias sobre vários assuntos do UOL, entre eles, o de cinema. Era como uma mesa de bar, onde falávamos de tudo, menos de cinema. Não lembro como cheguei ali. Talvez tenha sido fuçando o Outlook. Assim, acabei fazendo parte de uma gangue que praticamente tomou conta daquele "lugar". Se algum desavisado entrasse ali para falar de cinema, não entenderia nada. 



Então pode se dizer que aquilo foi o embrião do que viria ser o Rapadura Açucarada. Do mundo primitivo onde se reuniam Sérgio Martorelli, Maurício Bumba, Fábio Negro, Luci (que todo mundo que chegava pensava que era mulher), entre tantos outros, foi que a ideia do blog foi surgindo em minha mente. 

Claro, além de "morar" ali, eu navegava pela internet e minhas experiência eram com grupos de apoio a Síndrome do Pânico, ex-Testemunhas de Jeová, sites e blogs de links e de humor. Os nomes de alguns deles me faziam rir sozinho, como por exemplo, o Dedada Digital (de pornografia) e o blog Passeata Solitária, de prosa e um pouco de humor. Assim, quando decidi que teria um blog permanente, queria que o nome dele não deixasse por menos em relação a esses.

Na época eu assinava OutsiderZ, que todo mundo devia ler como Outsiders, mas, para mim, era Outsider Zê. Lógica pra quê, né? E, acho que ninguém nem sabia que meu nome era Eudes. Então o blog foi criado pelo OutsiderZ. Apelido que criei pensando no grupo Os Renegados, do qual Batman era o líder. 

Mas, como ia dizendo, eu precisava de um nome para o blog. Um que eu gostasse de verdade. Os nomes de sites e blogs mais interessantes eram os mais engraçados e sempre pareciam envolver algum tipo de pleonasmo ou contradição, como os já citados Dedada Digital e Passeata Solitária. Coloquei na cabeça que deveria ser algo nesse estilo. Depois de pensar um pouco, surgiu... Rapadura... Açucarada. 

As plataformas para blogs mais conhecidas na época eram o Blig (do IG), que era terrivelmente ruim, e o Weblogger (do Terra). Escolhi o segundo e fiz o blog, que não tinha muita sofisticação. Na verdade, eu não sabia o que iria postar. Então, resolvi que seria qualquer coisa, mesmo que eu não soubesse o quê, ainda. 

Confesso que, se não fosse o pessoal do UOL.Cinema, provavelmente o RA não existiria hoje. Como já tinha tentado outras vezes, eu desisti, mas porque não tinha visita alguma que incentivasse a continuação. Desta vez, por mais loucos que fossem, aqueles caras sabiam incentivar um blog que não tinha praticamente nada a dizer. 



Eu colocava algumas imagens, piadas, frases. Nada que chegasse aos pés de hoje em dia. Era só um mero passatempo sem nenhuma direção. E assim foi de novembro até janeiro ou fevereiro. Era um recorde impensável. Mas, sem o que viria depois, por acidente, o blog com certeza teria morrido. E essa é a  incrível origem que sempre gosto de contar quase todo ano:

Conversando com o pessoal lá no UOL.cinema, eu falei de uma história do Deadpool que li em uma HQ que comprei. Disse como morri de rir com o fato de o anti-herói ter viajado no tempo indo parar no passado do Homem-Aranha, numa história da época do John Romita e que quando ele vai para esse passado, tudo se torna johnromitizado, Era uma história antiga em que o Aranha enfretava o Kraven e a chegada do Deadpool tornava tudo hilário. 

Ele se disfarçava de Peter Parker (sem saber que o mesmo era o Homem-Aranha), depois de aterrisar em cima da Tia May. O que vem depois é apenas Deadpool caindo na pele dos personagens e de suas esquistices da época, incluindo o cabelo dos Orborns. 

A parte seguinte lembro perfeitamente: Fábio Negro, um os inscritos disse então, "ora, escaneia uma página aí e manda pra gente ver como é". Eu realmente tinha um scanner, mas, o único problema era que eu nunca o tinha usado uma única vez sequer. Em resumo, eu não sabia como aquilo funcionava. Lia e eu compramos por pura avidez de tecnologia. Mas, não custava tentar.



Quando escaneei a página que ele pediu, foi como se um scanner radioativo me picasse. De repente um flashback aconteceu: me lembre que vários meses antes eu baixara algumas HQs num formato que eu nunca tinha visto antes, páginas digitalizadas, uma a uma. Coisas como Marvels e 300 de Esparta, num site chamado Toca do Carcaju. 

lembrei també que, pouco tempo depois, o site foi notificado pela Editora Abril a cessar com aquelas atividades...e cessou. E eu nunca mais pensei no assunto... até aquele momento crítico. A Editora Abril não era mais detentora dos direitos de Marvel e DC, então eu pensei... ora, porque não?

E assim o blog ganhou um caminho, um objetivo e, mesmo sem eu saber ou planejar nada, eu também ganhei com isso. Afinal, justamente naquele mês, havia começado meu tratamento contra Síndrome do Pânico. Mais um entre muitos que tentei durante 12 anos. Indo de 1990 até o final de 2002. Nada funcionava, nada fazia as crises pararem. Coincidência ou não, assim que entrei de cabeça nos scans, preenchendo um espaço com algo que eu realmente estava fazendo porque queria e não porque precisava, as crises simplesmente pararam. 

O ano de 2003 se tornou pequeno. Sete ou oito meses pareceram anos e anos. Novamente a ajuda do pessoal do UOL.Cinema foi essencial. Eles agora não apenas apoiavam visitanto o blog, mas ativamente. Dali saíram as primeiras contribuiçoes para o blog. 

Não demorou muito e resolvi que ia traduzir HQs que foram canceladas depois de pouco tempo de publicação: Planetary e Authority. Os louco de lá me ajudaram conseguindo os scans no inglês original, algo que eu não fazia ideia de como conseguir, e eles sabiam, pois já baixavam scans pelo eterno DC++. Aqui, no entanto, os scans viviam fechados em panelinhas. Por isso, sei muito bem que não fui o "inventor do scan" por aqui, mas ao menos, mesmo sem querer, eu fiz com que todo mundo ficasse sabendo da sua existência. Eu e os caras que enviavam as traduções, os scans originais, as revisões e, pasmem, começaram a fazer seus prórpios scans e suas próprias traduçõe s enviarem. 



Infelizmente é impossível eu lembrar o nome de todos, sem contar que foram muitos, dezenas, quiçá mais do que isso. Um do primeirosa enviar traduções foi Thiagaum que, com a ajuda de mais outros, logo começaram seu próprio blog especializado apenas em traduções: o Immateria, nome baseado justamente em uma HQ traduzida, Promethea de Alan Moore. 

E mais e mais blogs, sites e fóruns eram iniciados. Era como uma semente, que nem mesmo fui eu, mas que não parava de germinar e criar mais sementes. 

Manter os links para download era um problema. Acho que devo ter usaod mais de 10 lugares diferentes, até que em outubro e novembro recebi o mesmo aviso que A Toca do carcaju. Ou quase o mesmo. Eu estava pagando um lugar para alocar os arquivos e o servidor recebeu uma notificação. Até hoje louvo a atitude deles de não terem apagado tudo de imediato, mas vieram a mim e perguntaram o que deveriam fazer. Eu confesso que estava cansado de pular de lugar em lugar e disse simplesmente para apagarem. E, com medo de mais problemas, eu parei. 

Por muito pouco eu não deletei o blog que, a esa altura já estava no Blogger da Globo. com. Mas, eu não tive coragem. Tinha sido um ano de muito trabalho, o blog se tornara conhecido nacionalmente, tendo saído em jornais e revistas. Parecia errado dar um fim nele. E eu decidi prosseguir, fosse lá como fosse. 

Eu decidi que ia colocar links, mulheres, poesias, contos, memórias, imagens, vídeos, piadas, frases. Ele ia voltar ao que era no começo, só que desta vez eu sabia como fazer. Obviamente, a audiência caiu, mas quem ficou, ficou porque estava acostumado com aquele lugar construído por loucos. As caixas de comentários eram verdadeiros fóruns, mesmo que fosse apenas para xingarem uns aos outros ou aos meus poemas. E, por incrível que pareça, ele ainda tinha a mesma força. 



Não sei quanto tempo demorou. Talvez um ano. Só sei que voltei com os scans. E agora eu não era estava mais sozinho. havia dezenas de novos blogs, sites e fóruns de scans. Alguns deles nem mesmo conheciam o RA, pois se passara muito tempo. Eles tinham sido inspirados por lugares como GibiHQ e Indigo Sunset. 

Eu podia agora manter um ritmo diferente e podia também mesclar os scans ao que eu fiz naquele meio tempo. O blog que nasceu sem direção, agora ia para todas as direções. E eu também. 

E, como num piscar de olhos, 14 anos se passsaram.  Hoje em dia temos colaboradores que estão deixando sua marca, com contribuição de material de primeira qualidade. Temos o Sabrewulf, o Renato P., o freelancer Alan B. e o "novato" Gr. Machado.  Sem eles, o blog não estaria recheado assim. 

O blog nunca teve lucro, nem terá, pois esse é o sentido do compartilhamento.  Nunca pedi doações e as que tive, em forma de quadrinhos, se não os digitalizei, revendi e comprei outros que precisava para digitalizar. 

Também vi muita gente começar ou voltar a ler quadrinhos por causa dos scans e este foi o maior lucro que eu tive. A leitura é uma paixão. É algo que deve ser incentivado. E ser o responsável por uma parte mínima desse incentivo, vale mais do que dinheiro... e até do que ouro. 

Portanto, enquanto eu puder, estarei aqui. 

P.S.: Teremos o presente de todo ano, só vai demorar um pouco, pois ando meio ocupado. Vocês não vão perder por esperar.

36 comentários:

Adriano Antônio disse...

Parabéns pelos 14 anos de RA! Nosso refúgio onanista da nona arte, da sétima arte e de todas as outras artes que Eudes pode aprontar! Vida longa à Rapadura Açucarada! ;)

gil Silva disse...

Uau! Lembrei de quando eu não tinha internet em casae ia nas lanhouses baixar hqs e músicas enquanto a galera descabelava no CS... O Rapadura faz parte da nossa história. Parabéns pelo esforço Eudes, tamo juntos!!!

Emerson disse...

Parabéns pelo incansável trabalho Eudes. Que muitos anos venham pela frente ainda.

renato disse...

Eu apareço pouco, mas to aqui desde o começo! O seu trabalho nao tem palavras para elogiar!!! um abraço, saúde, sucesso!

Henrique Guerreiro disse...

Eudes, parabéns por mais esse aniversário do Rapadura.

Cara, meu primeiro pc surgiu na mesma época que o blog, que foi um dos primeiros que conheci justamente com os scans dessa história do Deadpool (e que sempre releio,rs).

Sempre estive por essas bandas, mas nunca fui de comentar, apesar de que dessa vez achei necessário.

Obrigado pelos scans, pois graças a você, eles fizeram e fazem parte da minha vida, sempre me ajudando, de um jeito ou de outro.

Longa vida ao Rapadura Açucarada!

André Coletti disse...

Eu frequentava o F.A.R.R.A., onde conheci diversos filmes de horror maravilhosos.
Parabéns pelo trabalho! Sucesso!

Leitor Degibi disse...

Vida longa e muito, muito próspera ao Rapadura Açucarada e seu alter Eudes...
E obrigado pelas dezenas de horas de leitura que tem nos propiciado.
Paulo

Alex disse...

Parabéns por esses 14 anos! Que venham muitos outros por aí!

Anônimo disse...

O F.A.R.R.A foi Um dos primeiros sites que que colocaram em contato com os hqs scans...
sempre que posso compro - não tanto quanto gostaria, pois sou arrimo;
mas se não fossem os scans e pessoas como vc, estaria distante deles, o que seria uma lástima;
Longa vida!

anilibus servile disse...

Nossa, quanto tempo já tem o blog! Não fazia ideia da origem do nome (dedada digital foi foda).

Continua com todo o gás, sempre postando conteúdo da melhor QUALIDADE possível.

Enquanto houver um louco escaneando, haverão loucos lendo Brasil e -quiçá- mundo afora.

Parabéns, Outsider "Zé" haha... Parabéns, Eudes, pelo ótimo trabalho que tem feito, ontem, hoje e sempre.

Um abraço.

Messias Fernandes disse...

somente: Obrigado!

JAVAL disse...

Parabéns e um grande abraço!
javal

Nathan Figueiredo disse...

Parabéns demais! Que permaneça ainda por muitos mais anos!

Guido disse...

Faço questão de escrever também para dar meus parabéns a você e ao site, Eudes.
Também acompanho o RA a alguns anos e não tenho o hábito de comentar, mas acredito que esse é um momento importante para falar da importância que o site tem para mim.
Em primeiro lugar, eu sou uma das pessoas que, como vc falou, voltou a ler quadrinhos por causa dos scans, e o RA é talvez o principal motivo.
Atualmente eu sigo vários sites e blogs de scans e quadrinhos, mas o RA é aquele em que entro diariamente, e baixo praticamente TUDO o que vc posta, mesmo que não tenha tanto tempo de ler ou assistir, mas fica tudo arquivado para um inverno futuro.
Me lembro de ter ouvido o Jô Soares comentar uma vez de que quando algum entrevistado dele ia ao programa lançar livro/disco, o simples fato de acontecer a entrevista já alavancava as vendas imediatamente.
Vejo o RA mais ou menos desse jeito, é como se o que fosse postado aqui já garantisse uma espécie de "selo RA de qualidade". Eu não preciso ir pesquisar para saber sobre o produto. Se foi postado no Rapadura, é bom. Essa é minha visão.
Não quero me alongar, só quero finalizar dizendo que espero continuar acompanhando o Rapadura Açucarada por muuuuito tempo ainda. É sempre uma emoção entrar no site e ver um lançamento que eu já queria ler/arquivar há muito tempo, ou mesmo aquele de que nunca ouvi falar, mas ao ler a sinopse escrita por você, já dá aquela água na boca de começar a ler imediatamente.
Parabéns e muito obrigado.

Bruno Alves disse...

Eudes,
Parabéns pelo Rapadura. Me tornei fã de quadrinhos através dos scans. Como disse, há muitos blogs por aí, mas o seu se tornou um lugar de visita obrigatória em razão do trabalho cuidadoso que faz.
Poder ler um quadrinho clássico, ou uma novidade, com uma qualidade quase inigualável, é um prazer.
Pelo Rapadura, obrigado, Eudes!

Cicero disse...

Eudes, eu fui ávido leitor de HQ até o fim da adolescência. Se seguiram então vários anos de afastamento. Voltei unicamente graças ao teu trabalho, pois não tinha dinheiro para comprar revistas em banca e, aliado a isto, teu gosto para escolher as publicações é incrivelmente refinado, uma vez que é igual ao meu, heheheheh....Enfim, num mundo onde quase ninguém faz mais nada sem interesses, é muito gratificante ver um trabalho como o teu. Deixo aqui meu meus parabéns e tantos obrigados quanto foram as obras que você colocou nas mãos de quem as quisesse. VALEU, EUDES!

Denis disse...

Grande Eudes,

Acompanho seu blog meio de longe, meio de passagem. Nunca comento. Pois é, que bobagem a minha.

Seu blog é daqueles em que sempre retorno e sempre vejo coisas bacanas.

Parabéns pela caminhada e espero poder voltar aqui por muitos anos mais, acompanhando você e seus asseclas malfeitores em ação.

Saudações duquecaxienses!

Denis

Eudes Honorato disse...

Obrigado pela consideração de todos :)

Marcia Cogitare disse...

Parabéns Eudes. Aqui é nosso cantinho preferido para lermos nossos quadrinhos do coração.

Hug

Fabio Conti disse...

parabens amigo...acompanho vc e seu trabalho desde de 2004. lendo esse seu relato foi como viajar no tempo...abrigado por tudo e vamos que vamos

Wade Wilson disse...

Parabéns Eudes! Que venham mais 14 anos!

Júnior disse...

Parabéns, Eudes. Você tem o melhor blog brasileiro e não se vendeu como muitos que conheço que deixaram o que gostavam em segundo plano e focalizaram em ganhar dinheiro. Você é um exemplo de humildade e criatividade; adoro seus contos e poemas. Que venha mais 14 anos e obrigado por todo o conteúdo que você disponibiliza sem cessar para nós.

Rodrigo disse...

Também não sou de comentar, apenas muito raramente, mas quero deixar registrada a minha grande admiração e eterna gratidão por tudo que fez e continua fazendo até hoje pelo bem do entretenimento de qualidade disponível para todos sem nenhuma forma de lucro, coisa rara atualmente e muito louvável. Eu conheci o Toca do Carcaju e baixei as mesmas HQs de lá que você citou, entre outras, enquanto ele compartilhou esse tipo de coisa... quando aquele site deixou de compartilhar esse tipo de conteúdo, volta e meia eu procurava algum outro lugar com esses materiais, e quando chegou o devido momento nas minhas buscas, encontrei o Rapadura, ainda meio recém-nascido em seus primeiros meses de vida, e nunca mais deixei de frequentar. Estou com 34 anos atualmente.

Parabéns Eudes, e que venham muitos anos mais de sucesso pela frente. :-)

Matheus G. disse...

Eudes, comento esporadicamente, não tanto como deveria, mas quero falar que seu trabalho é muito importante e estou muito grato por isso. Como bibliotecário em formação, sei bem o impacto que a informação, quando difundida e compartilhada de maneira Universal e livre, tem num meio social. Nem todos podem comprar um quadrinho, que no Brasil é um material caríssimo. A pessoa que faz essa mediação, esse compartilhamento por amor a leitura, está sendo um agente transformador de vidas, de verdade!
Sou um cara que caminho por vários scans e em dado momento achei o seu, o que me chamou a atenção foi a qualidade:
"COMO PODE?! NUNCA VI UM SCAN TÃO BOM, TÁ MELHOR QUE A VERSÃO IMPRESSA."
Virei fã na hora.
Fico muito feliz quando você posta algo que já queria há muito tempo, mas não tinha condições nenhuma de comprar, financeiras(90% dos casos) ou por estarem esgotadas mesmo. Também fico feliz quando descubro algo novo. E descobri muita coisa boa por aqui, viu? Não sei se teria acesso sem o RA. Portanto, a você e a todos os responsáveis, valeu mesmo.

p disse...

Parabéns e obrigado por tudo, Eudes!

Gilberto Queiroz disse...

Parabéns, Eudes! E obrigado por tudo.

Anônimo disse...

parabéns pela história, são pessoas assim que me faz acreditar ainda no ser-humano, um trabalho desse, durante anos, é algo que apenas pouquíssimos teriam tanta força de vontade.

Mártin Flores disse...

Parabéns cara, acompanho teu blog faz uns 10 anos senão mais.
Valeu :D

rebeldiametafisica disse...

Poxa vida, achei que nesse post vc ia disponibilizar o link para o download da tal hq do Deadpool que deu início a tudo. Não rola não?

Anônimo disse...

Conheci teu blog em meados de 2004, durante o esforço para terminar Preacher. Foi uma descoberta maravilhosa pelo fato de poder ter um canal sobre aquilo que eu gostava e ninguém mais queria falar (ao meu redor, naqueles tempos, ahah). Sem falar, também, que na época eu estava deixando os quadrinhos de lado, pois era triste o acervo físico a que tínhamos acesso. Vertigo, Will Eisner, quadrinhos europeus, tudo eu descobri ou peguei por aqui. Então você faz parte da minha história, e parte dela eu posso ver todos os dias na minha estante, nos vários quadrinhos que comprei e continuo a comprar.
PS: a primeira coisa que comprei com meu primeiro salário foi Um Contrato com Deus, do Will Eisner. Eu tinha 21 anos.

Enfim, um grande abraço e obrigado por tudo.

Alexandre. Belém, PA

Marcelo disse...

Eu queria saber onde encontrar essa historia do DeadPool

Calango Doido do Cerrado disse...

Fico imensamente feliz com esse aniversário de 14 anos. E vou contar o porquê.
Há cerca de 10 anos atrás, eu tinha mudado de emprego e encontrei um amigo no novo emprego que lia quadrinhos escaneados. Aquilo era uma novidade para mim. Havia anos que eu não lia quadrinhos Marvel ou DC. Tinha ficado "puto" com reboots e retcons que não deixavam tudo zoneado. Passei quase uma década lendo mangá (que possuem histórias finitas) ou edições especiais antigas da Marvel e da DC.
Voltando a esse amigo, ele baixava quadrinhos em inglês. Como sou uma nulidade nesse idioma até hoje (citando o Doutor Estranho do cinema, sou proficiente em Google Tradutor), fui em busca de alternativas nacionais. E o que encontrei? Hein? Hein? Rapadura Açucarada e HDs virtuais. Comecei a baixar feito louco. Muito mais do que tinha capacidade de ler. ato contínuo, me veio a ideia de ter um blog também. Então, por inspiração sua, Eudes, montei a Toca do Calango, que completou 10 anos em 2016.
Lembro que ainda no primeiro ano, consegui que colocasse meu banner no Rapadura Açucarada. Foi sensacional! Ele ainda está aí, assim como mantenho o seu lá na Toca. Acredito que saiba que é um ídolo de muitos fãs de quadrinhos que possuem blogs.
Parabéns por esses 14 anos! Quero continuar te acompanhando por muitos outros períodos de 14 anos.

Heraldo Araújo disse...

Parabéns, Eudes. Acompanho seu trabalho já há bastante tempo e agradeço pelas grandes histórias que li por sua causa. Um grande abraço.

HenriX disse...

Eudes,
Acesso o Rapadura Açucarada há uns 8 anos... desde que conheci, pelo menos 3x na semana entro para ver as novidades. A LEITURA SALVA! Parabenizo pelos 14 anos de compartilhamento, e que venham pela frente maisu uns 86, pelo menos! LONGA VIDA AO RA!!!

Eduardo Cesar Diniz disse...

Parabéns! Acompanho vc desde 2008 e adoro o blog! Muitos anos de vida!

Scant Tales disse...

Vida longa e próspera.

Business

category2