sábado, 29 de abril de 2017

Update: Maus

MAUS - A HISTÓRIA DE UM SOBREVIVENTE
Scans 1.5 by Projeto Camelot/Elrik de Melniboné/Outsider Z

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

O Holocausto é uma das grandes tragédias da Humanidade. Deixou marcas - literais e simbólicas - em milhões de sobreviventes. Já foram escritos centenas de livros sobre o assunto e centenas de filmes já foram feitos. O impacto é sempre o mesmo. 

Maus é uma das poucas histórias em quadrinhos que trata do assunto. Art Spiegelman, quadrinhista de renome, é filho de Vladek, um sobrevivente de Auschwitz. Ele decide contar a hitsória do pai em uma HQ. O processo leva longos 12 anos.

No entanto, Spiegelman vai mais longe do que apenas contar as lembranças que o pai tem sobre os dias no campo de concentração. Ele passa a colocar uma história dentro da outra: a relação com seu pai enquanto ele o entrevista. É algo conturbado e mostra como as relações humanas são complicadas. Apesar de ter sofrido tanto, Vladek tem idiossincrasias que não combinam com alguém que sofreu na pele por causa de racismo. 

Além disso há Mala, a madrasta de Spielgelman e Françoise, suas esposa, todos eles orbitando ao redor de Vladek e de suas memórias. Cada uma delas é marcada por sofrimento e um desejo inerente ao Homem de sobreviver, apesar de estar vivendo no próprio Inferno. 

Maus é uma HQ cuja  leitura é necessária.




8 comentários:

Antonio Bedran disse...

Chorei - MUITO - lá pelo meio do livro. Ver o fascismo se espalhando no mundo todo (nunca desapareceu...) mas com a força que está atualmente, AQUI inclusive, me faz duvidar da expressao "Sapiens" que a gente coloca com uma soberba imbecil como sendo o nome de nossa espécie.

- depois dos horrores dos 3 monstros, Franco que morreu de velho comentendo atrocidafes como "bom"fascista, catapultado pela ala católica de extrema direita do exército espanhol E pela Luftwafe de Hitler, o "coleguinha" que não apenas ensaiava o poder militar mas criava aliados, por suposto na época e Mussolini. Não creio que exista um Historiador isento que não saiba do PESO tremendo do fundamentalismo dito "cristão" e do ódio de classe na ascensão do que quase acaba com a espécie humana e AINDA ameaça o planeta, nós todos, até hoje. "Causas econômicas" são irrefutáveis na análise mas elas, sozinhas sem as massas mesmerizadas JAMAIS levariam aos extermínios que ocorreram.
Spiegleman mereceu o seu Pulitzer. E nunca li, antes de "MAUS" uma Novela Gráfica com o desenho nesse estilo e me surpreendi com minha reação absolutamente aceitando, sem o impacto (horrível) que sinto até hoje com os garranchos que distorceram a parte gráfica de Batman em os Cavaleiro das Trevas - queria saber o que Miller usou nas narinas quando desenhou. ESSE sim me deu ânsias de vômito, como um apreciador de quadrinhos postou aqui, outro dia. MAUS é único. Até a genial sacada da antropomorfização ele conseguiu não fazer de forma vulgar ou como se fosse "batida". Os colaboracionistas como "porcos"(pobres porcos, os de verdade, tão inteligentes e gentis...) não poderia deixar de me lembrar compatriotas meus que detestam sua terra e escrevem, até hoje, lábaros de ódio contra seu País, como se patifes, que existem em todas as partes, justificassem a generalização obtusa e excludentes, característica, aliás, do fascismo já citado.
Quem ainda não leu e tem sua Humanidade em alta conta dentro de si, prepare-se: o impacto para mim foi mais forte que ver documentários da BBC sobre Auschewitz, Treblinka e outros. MAUS fala do HOMEM!!

Daniel de Marins disse...

Obrigado por compartilhar, Eudes.

Thiago disse...

Sem dúvida uma obra prima dos quadrinhos, está entre os top 10 dos hqs que já li, simplesmente perfeita, muito obrigado por mais esse scan maravilhos mestre eudes :D

Adilson Oliveira de Moraes disse...

Nossa, nunca me chamou a atenção a hq, já a vi em outros sites, mas só pelos comentários vou baixar e espero ter tempo de ler.

Cicero disse...

Faz tempo que li, mas vale a pena ler de novo. Uma obra indispensável a quem realmente curte HQ.

Eduardo disse...

Obrigado pela edição digital melhorada, Eudes, Projeto Camelot, Elrik de Melniboné e Outsider Z... "Maus" é uma das únicas HQs que deixei na versão física. É uma obra-prima, mereceu o Prêmio Pulitzer e os outros que recebeu. Quando comprei não consegui parar de ler até acabar e foi uma das poucas histórias em quadrinhos que me emocionou e me deixou indignado - não que fosse assim antes, estudando sobre a segunda guerra. Sou um pesquisador dessa época da história e, na minha opinião, "Maus" deveria ser obrigatório nas escolas e universidades (junto com "Gen").

Anônimo disse...

Eudes, boa noite!

Eu nunca soube que essa HQ tratava deste assunto! Mas graças a você eu posso ler e indicá-la para amigos e alunos.
Um grande abraço, Legionário (meu loggin no seu site de filmes, que deixou saudades...)

Marcelo disse...

Será que essa HQ vai mostrar como os SIONISTAS e os NAZISTAS se uniram para mandar os judeus errados para os campos de concentração? Acho que não o lobby judaico não quer isso. Eles só não contavam com o livro Eichmann em Jerusalem de HANNAH ARENDT que expôs toda essa história suja dos SIONISTAS, deve ser por já ter prática com campos de concentração que eles transformaram a Palestina em um.

Business

category2