segunda-feira, 5 de junho de 2017

Coleção Marvel Salvat: E de Extinção

COLEÇÃO MARVEL SALVAT: NOVOS X-MEN - E DE EXTINÇÃO
Digitalização: Renato Ptl/Tratamento: Outsider Z/HORDA Scans

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

"Dada a natureza da origem dos X-Men, é natural que o título se mantenha em constante evolução ao longo dos tempos. Contudo, quando Grant Morrison assumiu o Universo X em 2001, o que ocorreu foi tanto uma evolução quanto uma revolução.

Morrison tem a fama de introduzir conceitos novos e estranhos nos quadrinhos de super-heróis, e de descobrir novos ângulos para explorar os personagens. Em Novos X-Men, ele usou suas espetaculares habilidades de reinvenção e catapultou, com grande sucesso, a franquia mutante para o novo milênio. 

Em suas mãos, os X-Men tornaram-se, mais uma vez, relevantes. Era como se qualquer coisa pudesse acontecer e, com frequência, acontecia - de forma ultrajante! Clichês exaustivos foram deixados de lado em prol de histórias repletas de ação inebriante, de conflitos tempestuosos e muito drama. 

Para o primeiro arco de Novos X-Men, a responsabilidade de dar vida à visão conceitual de Morrison coube ao artista Frank Quitely. Assim como Stan Lee e Jack Kirby ou Alan Moore e Alan Davis, Morrison e Quitely são dois criadores que se completam com perfeição. 

Não importa o quanto os roteiros de Morrison sejam complicados, Quitely sempre encontra uma forma de conduzir a história com clareza e sem perder nenhum dos intrincados detalhes. Um exemplo perfeito disso é o sequestro psíquico do Professor Xavier, na primeira edição. Para um conflito que ocorre puramente dentro da cabeça de alguém, ele é tão cheio de intensidade e emoção quanto qualquer combate entre dois dos personagens fisicamente mais poderosos da Marvel. 

Até os dias de hoje, personagens e conceitos que surgiram na fase de Morrison continuam tendo efeito dramático nos mutantes da Marvel. Tudo indica que Novos X-Men é uma série que sobreviverá ao teste do tempo e terá seu lugar ao lado de sagas como A Fênix Negra e outros momentos que definiram a história dos X-Men." 





2 comentários:

Dayvison Fabian dayvisonfabian disse...

Sensacional!!!Obrigado por mais essa.

Anônimo disse...

Fico sem entender o porquê de um encadernado de pouco mais de cem páginas com praticamente nada de extras custar quarenta reais. Melhor catar as revistas antigas nos sebos. Comprei praticamente todas as edições por cerca de dez reais, aquelas da época que a Panini começou a publicar os quadrinhos da Marvel no Brasil. Revistas com capa cartonada, papel interno de qualidade e com o tamanho maior que o formato americano, o que valorizou muito a arte do Quitely.

Business

category2