sábado, 3 de junho de 2017

Coleção Marvel Salvat: Os Eternos

COLEÇÃO MARVEL SALVAT - OS ETERNOS
Digitalização e Tratamento: Renato Ptl/HORDA Comics

PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI

"Em 1975, algo muito empolgante foi anunciado na Marvel Comics: Jack "The King" Kirby estava de volta! Após um período de cinco anos fora da empresa , o grande criador retornava para levar seu estilo clássico e inconfundível a tipos como o Capitão América e Pantera Negra. Além de trabalhar com personagens que ajudara a criar 15 anos antes, Kirby também lançou um título novo, algo diferente de tudo que a Marvel estava fazendo na época: Os Eternos. 

A premissa surgiu do fascínio de Kirby por 'antigos astronautas' = uma teoria decididamente new age de que seres interestelares podem ter visitado nosso planeta há milhares de anos e terem sido confundidos pelo homem primitivo com 'deuses', talvez até interferindo de algum modo na evolução humana. 

Trinta anos mais tarde, o editor-chefe da Marvel, Joe Quesada, abordou Neil Gaiman para revitalizar os personagens e encontrar uma maneira de integrá-los de novo ao Universo Marvel. Gaiman, que havia lido (e adorado), a série original quando lançada, agarrou a oportunidade sem pensar. 

De certo modo, Os Eternos é quase que o completo oposto do que o escritor fizera em 1602. É um conto Marvel completamente  moderno, com um elenco bem menor de protagonistas, que se enquadram perfeitamente à cronologia moderna. Em vez de reimaginar os personagens  dentro de um novo ambiente (no caso de 1602, a Era Elisabetana), desta vez ele tentaria trazer de volta figuras que estavam à margem do Universo Marvel atual.

Juntar Gaiman com John Romita, Jr. no projeto foi uma escolha inpirada (cof cof). Assim como descreveu os asgardianos, seus artefatos e e arquitetura no trabalho Thor: Em Busca dos Deuses, Eternos vê mais uma vez John Romita, Jr. interpretando os incríveis designs místicos e tecnologicamente avançados de Jack Kirby. Novamente, ele encontra uma forma de atualizar a arte de Kirby sem perder o senso de grandeza épica e natureza extreterrena."




2 comentários:

Krauser Hellclown disse...

Obrigado

Marcelo disse...

Vamos ler, mas a verdade é que JRjr desde o ano 2000 parou de desenhar de verdade. Sua melhor fase foi no demolidor nos anos de 1987, 88. Devido principalmente ao arte finalista Al Willianson.

Sobre essa babaquice de deuses astronautas com certeza a popularização dessa estupidez,ocorreu nos anos 60 e 70 , mas é moeda corrente no gnosticismo desde o século XVII.

Business

category2