quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Feliz Aniversário, Lia

SEM VOCÊ NEM MESMO O RAPADURA 
AÇUCARADA EXISTIRIA

Casamento no civil: ao fundo à esquerda minha 
mãe  e Tia Adhamyr 12 de janeiro de 2001

Era um sábado qualquer de agosto do ano de 2000. Eu olhava para a tela do computador 486, já ultrapassado mesmo naquela época. Sei que era um sábado, pois estava navegando de dia, na bela internet discada que tinha. Não dava pra fazer muita coisa em um computador tão lento. O mais fácil de se fazer era conversar... pelo ICQ, bisavô dos messengers. 

Mas, eu nem conhecia tanta gente assim, na internet. O que fazer então? O ICQ tinha uma opção interessante. Dava para colocar qualquer nome e/ou nickname e fazer uma busca para ver quem estava on line. Eu estava realmente sem nada para fazer, então digitei na busca: "Lindinha". Apertei ENTER, uma lista gigantesca de "Lindinhas" apareceu. Cliquei na primeira que aparecia on line. Era o começo. 

Do outro lado do Rio de Janeiro, Lia estava fazendo um trabalho de escola. Ela começara a usar computador e internet a pouco tempo, assim como eu. Tudo no seu PC fora instalado por um técnico, incluindo o ICQ. Porém, o técnico esqueceu de desligar a opção do programa abrir quando ligasse o computador. Lia estava com ele aberto, sem saber, enquanto trabalhava. Foi quando eu entrei. 

Sem entender porque alguém a estava chamando no messenger, ainda assim ela atendeu. Começamos a conversar e logo percebemos que morávamos no mesmo estado, ainda que um pouco distante. Logo desistimos do messenger e começamos a conversar por telefone. Vários dias. 

Já cansados de apenas conversar, logo marcamos de no encontrar e ir ao cinema. Já avisei-lhe logo ao telefone: "Eu vou te beijar quando chegar". Ela não acreditou muito. 

Minha mãe com medo de que fosse uma armadilha para levarem meus rins e a tia Adhamyr com medo de ser um sequestro e a gente só pensava em se conhecer. Sem saber muito bem o que fazer, levei flores. Quando ela saiu do prédio, entreguei as flores, segurei-a e a beijei na boca. Eu tinha prometido!  

Fomos ao cinema, que ficava logo ao lado. O filme em cartaz se chamava Santitos. Não pensamos muito se seria um bom filme para assistir ou não. No final das contas, nós entramos no cinema, mas não assistimos filme nenhum. Até hoje não sei o que aconteceu em Santitos. Nem para baixar o filme existe. Até hoje rimos quando falamos em Santitos. 

Começamos a namorar e nos víamos cada dia mais. Não demorou para que fôssemos morar juntos. Até que um dia estávamos almoçando no shopping e Lia perguntou como quem não quer nada: "Que tal se a gente se casasse?!". Eu não pensei muito, pois, para mim, já era algo natural estar com ela, e casar era só o passo seguinte, então eu disse sim, ou seja, ela que fez o pedido. Do jeito que sou distraído, nem sei quando eu faria. 

Casamos apenas no civil e fizemos uma pequena reunião com os mais chegados. Não queríamos estardalhaço, nem tínhamos dinheiro para isso. O mais importante era estarmos juntos. 

Dia 12 último se completou 18 anos que estamos casados. E hoje - 16 de janeiro - é o aniversário dela. Esse amor que sentimos um pelo outro só tem feito aumentar, como se os altos e baixos fossem uma bateria que nos recarrega a cada novo desafio. E, sem ela, não haveria Rapadura Açucarada, nem scans. 

Não apenas pelo fato de que, se eu tivesse escrito outro nickname que não "Lindinha", ou se ela tivesse programado o ICQ para não abrir quando o computador ligasse, e nós nunca teríamos nos conhecido e, assim sendo, a conjuntura que fez nascer este blog e o compartilhamento de scans por aqui, nunca teriam acontecido, num bizarro O Que Aconteceria Se... Não, não é só isso. 

Lia SEMPRE me apoiou. Nem uma única vez em toda nossa vida de casados, nem mesmo quando brigamos feio, ela veio dizer que o que eu fazia aqui era algo inútil ou perda de tempo. NUNCA. Para ela o RA é parte de mim e dela, por tabela. 

Lia nunca me disse para parar de comprar gibis ou livros, pois já tenho demais. Se eu disser, Lia, já não tem mais onde colocá-los, vou ter de usar o forno do fogão, acho que ela só abrir o fogão e esperar eu guardá-los. Tem gibi aqui até no guarda-roupa. 

Os primeiros gibis postados no blog, lá pelos idos de 2003, Lia saiu comigo para procurar, indo a lugares como a GibiMania, na Tijuca, onde tanto eu, como ela, ficamos amigos do dono, Marquinhos. 

Com sua vida agitada de professora, Lia nunca conseguiu parar para ler os gibis, mas se tornou uma nerd por tabela, sabendo quem é Alan Moore, Neil Gaiman, Frank Miller e,muito antes dos filmes de super-heróis caírem no gosto popular, ela já saber muita coisa sobre o mundo dos quadrinhos. 

Não dá pra saber onde eu estaria agora se eu não tivesse encontrado minha cara-metade, só sei que não estaria aqui com vocês. Lia é tão parte de tudo aqui quanto eu sou. Há muito dela aqui, mesmo que ela nem saiba disso. E hoje é o aniversário dessa mulher que esteve esperando por mim e eu por ela. 

FELIZ ANIVERSÁRIO, LIA

É o que desejo pra você do fundo do coração e tenho certeza que nosso filhos de quatro patas também: Lucy, Guerrero, Diana, Bebel, Milu, Kira, Margarida, Julieta, Pompom, Selina e nossa estrelinha, Sky. 

TE AMAMOS.

27 comentários:

Júnior Costa disse...

Cara, que bela história.... hahaha
Meus Parabéns pra vocês.
Parabéns Lia.

Amilcar Rodrigues disse...

Parabéns Dona Lia

JAVAL disse...

Parabéns à Lia, e muita saúde e felicidades para vocês dois. Abraço!

Dayvison Fabian dayvisonfabian disse...

Parabéns à Lia! E parabéns ao casal! Um grande abraço a essa família que compartilha sua história conosco.

Luisinho Smurf disse...

Porra, cara!! Que bacana isso que você fez!! Hoje nos dias atuais, onde não é mais comum coisas assim.... é muito bom ver e ler isso... quem sabe assim as novas gerações possam aprender um pouco sobre relacionamentos e gratidão... Parabéns a aniversariante, Lia e aos dois, porque não!! Grande abraço!!

BRANCALEONE disse...

Bom dia ! Parabéns e sucesso sempre, para ambos.

Weslei disse...

Parabéns aos dois, a ela pelo aniversário e a você pelo excelente trabalho realizado à comunidade! Abraços.

geraldof.vieri disse...

Legal Eudes! Parabéns q esta união d vcs dure muitos anos!

Lia Honorato disse...

Obrigada a todos que frequentam o RA.Obrigada ao meu amado marido qque faz um excelente trabalho postando aqui as HQs que vocês tanto gostam.Aprendi bastante sobre o assunto,pois eu era completamente leiga a respeito das histórias e autores da Marvel,DC Comics e outras editoras de quadrinhos.Agradecimentos a galera toda que me felicitou hoje.Saibam que,os admiradores do Eudes,sempre irão morar no meu coração.

Unknown disse...

Parabéns, Dona Lia. Muito bonita essa história de vocês. Daria um livro, rsrsrs.
Gostei da referência O que aconteceria se... Citando Alan Moore em Watchmen:"tirar uma situação tão específica daquele caos de probabilidades, seria como transformar ar em ouro". Com um leve acréscimo no texto, essa é a vida de vocês, a transformação do Ar(ela sendo seu Oxigênio), em Ouro(seu bem mais precioso).
Parabéns, muitos e muitos anos de vida.

Márcio Barcellos disse...

Isso sim é uma primeira dama de respeito! Parabéns, Lia!

Matheus Rodrigues disse...

Parabéns Lia! Sou horrível com felicitações (Me escondo na hora das felicitações do aniversariante, só faço isso quando o fluxo de gente diminuiu!)mas desejo toda a felicidade que você possa alcançar nessa vida! OBS: Em dia de um aniversário de tamanha importância, tem que ter Scan novo Eudes! Abraço aos dois!

Luciano L. Silva disse...

Parabéns ao casal, muitas felicidades, e que sigam sempre fortes na luta.

Ronaldo Albuquerque disse...

Parabéns a Lia e a bela história de vcs dois.Felicidades!!!

Leitor Degibi disse...

Mais uma comprovação de que atrás de um grande homem sempre há uma grande mulher... êpa, vixi, esqueci que estamos na época do politicamente correto, então, favor substituir atrás por ao lado.
Felicidades à aniversariante e ao casal!!!

Rafaell disse...

Isso é que é amor que dura hein, desde o ICQ!!! Parabéns Lia e muita felicidade pro casal sempre!

Alexandre Santos da Cruz disse...

Parabéns, Eudes. Felicidades para ambos. Agora, nós leitores, fazemos parte de sua trajetória de vida, pois, pelo seu apoio, prestigiamos os bons momentos do passado e resguardamos outros para o futuro. Abraços!

Rubens "Harryhausen" Duprat disse...

Bonito o texto! Parabéns à Lia e ao casal. Felicidades!

Também conheci minha esposa através do ICQ, só que foi em 2002, e nós demoramos "um pouco mais" pra casar. Casamos em 2014!

Daniel de Marins disse...

Eudes seu danadinho, tascando um beijaço na sua cara metade logo de primeira... Mas o que diabos é ICQ?

freedomachine disse...

Que história linda, Eudes. Não sei se já comentei aqui sequer uma vez para agradecer aos tantos quadrinhos que você já disponibilizou, mas estou aparecendo agora e pedindo desculpas por não ter o feito antes, fui tocado por seu texto e até compartilhei com a minha amada (estamos planejando agora morar juntos, vai dar certo) e amigos. Obrigado pelo texto e pelo trabalho maravilhoso que presta aqui.

Sobre minha coleção... já é grande demais e não pretendo guardar nada no fogão hahaha quero ir me desfazendo de umas partes e torço para que o digital apareça com mais força aqui, não tenho mais paciência pra físicos depois que comprei um Kindle um tablet, além de que alguns dos gatos de minha casa não urinam no lugar correto, então nem preciso dizer que tudo meu é guardado em caixas em saquinhos individuais ou dentro de guarda-roupas (já são 3 cheios de coisa fora as caixas, quadrinhos invadem até o canto das roupas) que são muito abertos ao longo do dia.

Um forte abraço de um admirador do seu trabalho e mais ainda do seu casamento.

Paulo André Oliveira disse...

Que bacana Eudes! Parabéns pela linda história de amor e companheirismo. Parabéns também para a D.Lia.
Interessante como longas histórias de pessoas juntas sempre tem a cumplicidade e a amizade como pilares tão fortes. Acho que são esses extras que deixam o amor duradouro e sem eles esse mesmo amor seria mais breve na vida do casal. Digo isso baseado na minha experiencia de 22 anos de casado. rsrs

Ei! Quando tiver um tempo, que tal postar umas fotos da sua coleção? (se é que você ainda não fez isso). Além do RAPADURA, também acompanho diversos blogs e fóruns e minha coleção digital é tão grande que precisei de um HD externo para guardar tudo. Mas não deixo de comprar edições físicas também. Hoje, minha coleção se resume a pouco mais de uma centena de encadernados capa-dura. Mas a mesma já foi de quase 3000 formatinhos que eu guardei por mais de 20 anos quando vendi tudo entre 2015 e 2018.

Bom, para não me estender demais. Parabéns pela linda e duradoura união e que vocês continuem envelhecendo juntos e com saúde. Obrigado também por todo o seu trabalho para nós que acompanhamos seu blog.

Ainda em tempo: não concordo seus posts sobre política, mas respeito e não ouso discutir algo tão desagradável com você. rsrs

Danilo disse...

Belíssima historia! Parabéns à Lia e ao casal desejo que Sejam felizes e nunca desistam de fazer o bem um ao outro.

L disse...

Parabéns Lia. 👏👏👍

Gilberto Queiroz disse...

Rapaz, que desespero pensar nesse lance de "O que aconteceria se..."! Parabéns pra Lia, e para você, claro. Muitas felicidades e vida longa aos dois. Grande abraço!

Javé disse...

Rapaz, é uma história pra uma graphic novell.
Parabéns pra Lia. Parabéns pro casal. Vida próspera e longa ao casal. E aos scans. E aos filmes... E aos textos excelentes publicados...
Abraço.

Anônimo disse...

Muito bom.
Eudes casou com a Lia porque o nome dela é conjugação do verbo ler?

Anônimo disse...

Caríssimo, participo pouco do excepcional site, mas por ter perdido recentemente o acesso no Manicomioshare e por outros excelentes sites de compartilhamento terem sido tirados do ar por ação malfadada da "SS" "GUSTAPO", SUGIRO FORTEMENTE QUE TORNE O SITE O QUANTO ANTES """ FECHADO/PRIVADO"""!!!

PEÇO ENCARECIDAMENTE! A PERDA DO TEU TRABALHO E DEDICAÇÃO FARIA UMA FALTA IMENSA!!!

grato!

savamu


ps 01: desculpe-me usar esse acesso, mas não encontrei outro>

ps 02: PARABÉNS PELA UNIÃO DURADOURA E FRUTÍFERA!

ps 03: apesar de termos divergências políticas, elas convergem em prol de dois bens comuns: o site e o ideal livre de extremeistas, sejam lá de qual lado for; o UNIVERSO tende á natural entropia, só os idiotas tendem ao extremismo!

-\\//

Business

category2