sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

O Anti-Petismo

PT - O MAIOR, MELHOR E MAIS EFICIENTE 
CABO ELEITORAL DE BOLSONARO


Gleisi Hoffman vai à posse de Nicolás Maduro, na Venezuela. Um presente bem embrulhado para Bolsonaro, que ainda parece estar em campanha e não esquece o PT. Até mesmo o jornal El País, que sempre se mostrou mais à esquerda, não aguentou tal disparate e disse em artigo:

"O El País, que sempre foi prudente antes de considerar o regime da Venezuela como ditadura, desta vez foi taxativo ao afirmar que o Governo venezuelano submeteu à tortura o seu povo, o qual 'se consome em uma tragédia que deveria ser intolerável no século XXI'. A decisão do PT de Lula, que é quem continua mandando no partido, e sem cuja bênção Gleisi não se atreveria a ir prestar homenagem a Maduro, já considerado como ditador por todas as maiores democracias, representa uma triste e trágica tolerância por parte de um partido como o PT." Artigo completo AQUI.

Bolsonaro foi eleito graças a uma série de fatores. Começando pelo programa da Bandeirantes chamado CQC, depois o Super Pop de Luciana Gimenez, daí a Olavo de Carvalho, Nando Moura, outros canais menores do YouTube, fake news - muita fake news, fake news pra caralho! - e, por fim o PT. 

O PT foi o maior cabo eleitoral de Bolsonaro. O presidente eleito soube aproveitar o anti-petismo que crescia cada vez mais desde o primeiro mandato de Dilma Roussef. Pessoas decepcionadas, se sentindo traídas - com razão - por um governo que meteu os pés pelas mãos, e que também mete muito as mãos. Esse anti-petismo também foi trabalhado pelos arautos de Bolsonaro, os já citados Olavo de Carvalho e Nando Moura, onde temperavam com fartas dose do medo do comunismo e jogavam para seus assinantes descerebrados, que esperaram durante 14 anos um golpe Comunista que nunca veio. 

Porém, o mais interessante de tudo isso, é descobrir que o próprio Bolsonaro já deu seu voto como forma de protesto, no caso, protesto contra Fernando Henrique. Era o auge do anti-peessedemismo e Bolsonaro declara que votaria em Lula para barrar Fernando Henrique, a quem desejava até mesmo ver morto. Nesta época ele considerava o petista "a melhor opção", como se pode ver no vídeo abaixo:


Não quero aqui esfregar na cara dos bolsonaristas que Bolsonaro já votou em Lula. Para mim isso é uma curiosidade, mas é irrelevante. O ponto é ele usar do mesmo voto de protesto do qual se aproveitaria anos depois. A tática do voto de protesto ficou muito conhecida na época de Tiririca, mas já foi famosa também na época do macaco Tião, "candidato" a prefeito do Rio de Janeiro. 

A fala de Bolsonaro de que Lula "seria a melhor opção" nos traz para as eleições de Bolsonaro, onde ele seria "o menos pior", que é o argumento básico que muitos bolsonaristas usam para justificar seu voto em uma pessoa com viés totalitarista de extrema direita. Na verdade, a frase poderia ser refeita como "ele é o menos petista", pois parecia que para o eleitor, todo candidato do primeiro turno que não fosse Bolsonaro, era um petista em potencial. O anti-petismo resvalou em quase todos eles. 

Para piorar a situação, mas melhorar para a campanha de Bolsonaro, Lula tentou desesperadamente se lançar como candidato de dentro da cadeia o que só fez corroer mais qualquer chance que o partido achasse que tinha. A moral de Haddad em aceitar ser candidato e seguir instruções dadas diretamente pelo presidiário, só decaiu. A sede de voltar ao poder de Lula foi a ruína do PT, mas, pelo artigo acima ainda tem muita ruína pela frente. Tais parvoíces afetam toda a esquerda, do ponto de vista popular. Bolsonaro não está mais em campanha, mas o PT continua lhe dando votos. 

Claro, agora não adianta chorar sobre o leite derramado, mas o artigo é um alerta para que se perceba que não se votou em Bolsonaro por ele "ser o menos pior" - oque nem é um elogio -, mas porque se queria descontar a raiva e a decepção que as pessoas sentiam - e ainda sentem - do PT. Com isso, mergulhou-se o país em uma espécie de distopia apocalíptica, em que o presidente e seus ministros ficam dando cabeçadas, tomando decisões, recuando, voltando a elas novamente, recuando de novo e assim por diante. Sem contar a mamata que não acabou. Afinal, o povo é anti-petista, mas não é anti-mamata, se a mamata for daquele em quem ele votou.  

21 comentários:

Willi Lopes disse...

Eu acho que acompanho o seu blog, sem brincadeira, a uns 15 anos, logo quando comprei meu primeiro PC. Confesso que não tinha muito interesse em ler seus textos e apenas usufruía dos links de scan.

Porém, desde de que vc começou a falar sobre o cotidiano da politica e a se posicionar sobre o atual governo, acredito que, de todos os texto que tenho lido, os seus estão entre os melhores.

Eudes Honorato disse...

Confesso que nunca pensei que seria obrigado a fazer isso um dia. Minhas criticas ao governo se limitavam ao Facebook.

Amauri Caetano Campos disse...

Tenho evitado fazer comentários sobre política na internet porque isso tem tomado proporções maiores do que gostaria. Mas permita-me apenas ponderar o seguinte, Eudes: pelas postagens no blog, vejo que você tem passado a régua nos 58 milhões de eleitores de Bolsonaro (2º turno) e considerado que todos eles votaram no "mito" basicamente pelas mesmas razões: fake news, burrice, ódio e anti-petismo. Nem todos são assim, meu caro. A realidade é um pouco mais complexa e tridimensional, possui mais tons de cinza do que a velha dicotomia maniqueísta "preto ou branco".

Suponho sem medo de errar que a maior parte dos que votaram em Bolsonaro está longe de ser bolsominion. Sou um desses tantos.

P.S. Adorei a série Cripta. E fiquei feliz em ver que não abandonou Cavaleiros do Zodíaco! =D

Eudes Honorato disse...

Amauri, vc é uma minoria. Assim, toda nossa vida, as interações que fazemos, são como pesquisas que acontecem naturalmente, ou seja, vc conhece pessoas que gostam mais disso ou menos daquilo. E assim, consegue fazer uma apanhado.

Aqui no blog, no facebook, na vida real, a grande maioria das pessoas que votaram em bolsonaro deixam transparecer primeiro um certo fanatismo, depois, o discurso muito parecido, quase que como uma cartilha, mostra que foram influenciadas por fake news, uma minoria votou por visão estritamente politica. Acredito que vc seja um deles, e só o jeito de vc se comunicar já mostra isso, vc é uma minoria AQUI no blog, onde preciso ficar dletando comentarios absurdos.

Anônimo disse...

o q realmente elegeu o bolsonaro foi o antipt, exemplo se o pt nem tivesse participado das eleições ou outro candidato tivesse se dedicado mais ao antipt do q a propostas o bolsonaro ñ chegaria ao 2º turno ou até se chegasse ñ passaria do 2º turno.

o doria fez o mesmo em sp quando ele percebeu q ataques ao pt e q a "ameaça PT/vermelha/comunista/socialista" era o suficiente e q ele ñ precisava de propostas apenas de falsas ameaças ele mudou totalmente a campanha

Anônimo disse...

46% da população voto no Bolso no 1º isso vc ja pode ver que a maioria da população brasileira é conservadora vc gostando ou não, vc não vota em um candidato por ele ser famosinho e ter varios memes engraçados dando caneladas em outros, vc vota naquele que segue suas ideias, a maioria da população Brasileira queria um conservador/Liberal nesse governo, muitos prefiriam o João Amoedo mas o conservadorismo venceu o liberalismo no 1º turno, foi ai que nos unimos vc tinha ali um candidato a presidente conservador, um Vice que representa a maçonaria que é uma sociedade que vem crescendo aqui no país, e um ministro Liberal (Paulo Guedes) ai chego no 2º turno e os esquerdista ficaram perdidos se iria votar no socialista do partido mais corrupto do país ou no candidato conservador que é contra o socialismo. Resultado: A Direita ia vencer de qualquer jeito.

Sylvio de Alencar. disse...

"Suponho sem medo de errar que a maior parte dos que votaram em Bolsonaro está longe de ser bolsominion."

Perfeita a frase de Amauri.
Minha opção primeira era o Ciro, mas não ia dar...; não votei mas meu apoio foi para o Bolsonaro, um apoio aliás comedido, sem fanatismo.
Da mesma forma como Lula foi eleito em 2003, favorecido por uma conjunção histórica de eventos, o Bolsa foi eleito agora. Nenhum deles tinha um histórico político de elite.
Acho que daqui para frente as coisas poderão se normalizar, a esquerda está viva e atuante, a direita está aliviada; em 2022 a polarização tenderá a ser mais amena.
Teremos Ciro, o PSOL com o Boulos (que já está se posicionando de forma independente ao PT), um candidato de direita (que pode ser o Moro), e o PT com o Haddad (se for burro mesmo).

Emfim, é a vida andando em seu ritmo normal pós eleições. Um ritmo aliás bem movimentado que colocou em cheque muitas relações...

Forte abraço aí, ô Carioca!
Vida longa ao Rapadura (Leite Moça) Açucarada.

Anônimo disse...

Sylvio de Alencar.
Eu so tiraria o Boulos dessa lista pq vejo ele como um ze ninguem, cara teve 0. sei la % de votos, em 2022 vai ser bem cerrada a eleição.
Vc vai ter ali na parte da direita no 1º Turno PSL VS Novo do João Amoedo que foi um partido igual o PSL saiu do nada e cresceu bastante nesse ano
E na Esquerda PT vs PDT
Vejo que o ciro gomes não chego ao segundo turno por causa daquelas atitudes dele, tem video do cara chamando o pessoal do SUL todinho de nazista e isso gero uma revolta la e ele perdeu muitos votos, vi varias pessoas do sul falando que não ia mais vota nele, outro que ele adora bater em jornalista quando perguntam uma coisa que não agrada ele, ai vc tem os video dele no You Tube agredindo um monte de gente. Se eu fosse o PDT ate substituiria o Ciro por outro em 2022

Unknown disse...

Acho interessante esse povo que elegeu o Mito. Todo conservadorismo se esvai no Carnaval....

Anônimo disse...

Se o Lula sair da cadeia antes da próxima eleição, ele ganha de lavada.

Amilcar Rodrigues disse...

Eudes, fiquei curioso a respeito da tua opinião sobre lawfare, guerras híbridas e revoluções coloridas.

L disse...

"Afinal, o povo é anti-petista, mas não é anti-mamata, se a mamata for daquele em quem ela votou."

disse tudo.

Anônimo disse...

Unknown
Não vai ter mais carnaval, pq o Paulo Guedes ja disse se vcs quiserem fazer carnaval que façam com seu dinheiro pq não iremos da dinheiro publico pra isso.
Agora quero ver os festeiro financiar o carnaval com proprio dinheiro kk

Eudes Honorato disse...

"Não vai ter mais carnaval, pq o Paulo Guedes ja disse se vcs quiserem fazer carnaval que façam com seu dinheiro pq não iremos da dinheiro publico pra isso."

Mas vai dar seu dinheiro pra motorista laranja e pra familia dele hhahaheuhauehauheua

Harryhausen disse...

Vocês que votaram no Bolsonaro mas não são fanáticos devem ter votado nele por conta do liberalismo econômico, imagino. É compreensível. Até entendo.

Mas o que pensam do obscurantismo cultural que ele promove com seus aliados?

O que pensam das ideias revisionistas do novo governo, que busca relativizar a ditadura militar, propagando que nunca houve ditadura no Brasil? E da postura anticiência e antiecologia, que apoia o desmatamento e leva a teoria da Terra plana a sério? E da perseguição aos professores, à mídia tradicional e a qualquer um que critique o presidente?

E da corrupção do novo governo, que já começa a dar as caras?

Apoiam tudo isso também, acham que são "fake news", ou acham que são apenas detalhes, sem relevância nenhuma?

Zimmer Collen disse...

Continue escrevendo, eu vou continuar lendo. E baixando os scans também. Caso se interesse dá uma olhada no meu blog. É sobre coisas engraçadas, para se divertir. https://rockinceilandia.blogspot.com/2019/01/o-livro-de-diziam-os-nabucos-e.html?fbclid=IwAR3S1qqX9HfM3oM_XpycQVDzQM_SC1dOgW6j70iSCy01r1asW0Sc1dOg0b4

Paulo Pina disse...

Saúde,
O preocupante não é o Bolsonaro, são os que se sentem representados por ele. Pela pinta do "mito", apenas se limitou a surfar a onda.
E quando me dizem: sim, você está certo, mas estamos em democracia, tenho o direito de expressar a minha opinião; digo logo: não, não tem; tem o dever de não dizer asneiras.
Existe um livro que se chama "História Trágico-Marítima", existia um cesto no cimo do mastro para onde enviavam o marujo que se comportava indevidamente.Podes imaginar as tempestades e o gajo lá em cima. Esse cesto chamava-se caralho. Hoje em dia em Portugal ainda se usa a expressão vai para o caralho(a grande maioria desconhece a origem de tal expressão). A propósito,o Cabral não descobriu porra nenhuma o Brasil. O Brasil já lá estava e era habitado. Adiante.
Outra expressão em Portugal:primos não se devem casar porque saem os filhos malucos. Agora imagina se o Adão e a Eva tiveram dois filhos e um matou o outro...ficaram o Adão a Eva e o filho. Imagina a confusão!!!
Se entre primos os filhos saem malucos, como apelidar os descendentes de tal barafunda???
Abraço


Sylvio de Alencar. disse...

Anônimo
Não tire o Boulos, embora ignorante - imitou o Lula de maneira descarada: fala e trejeitos, - ele representa um partido que tem projeção entre a esquerda. Mas, é carta fora do baralho sim, falta jogo de cintura ao PSOL.
Verdade, tem o Novo...; tem o Doria...; o Ciro é bocudo mas é inteligente, tem uma experiência razoável de administração pública, elevou o seu cacife nestas últimas eleições. O considero um bom candidato de centro esquerda. Até porque - eu vi toodas as entrevistas dele, - o cara fala bem, tem ideias claras, não é fanaticão, tem um papo fluido... Ele, eu acho, daria uma maior atenção aos cuidados com a ecologia e na questão indígena. O Bolsa está muito entrutado com o agronegócio...

Sylvio de Alencar. disse...

Harryhausen
Acho que uma desgraça escolhida é sempre uma melhor opção do aquela imposta.
Concluo que vocês mais à esquerda, hoje, estão em uma situação parecida em que nós, mais à direita estávamos: bem incômoda, concordo.
Pelo menos é uma situação que não perdurará por 8 anos...; imagine você 13 anos de PSL, com o capitão dando as cartas? Pois é..., desse terror tenho certeza que você se livrará.
No mais, o que todos temos que fazer, uma vez que o governo é uma realidade, é ficarmos atentos apontar atitudes com as quais não concordamos; e isso pelo jeito vocês (e nós também, não se enganem!), já estão fazendo com eficiência.

Sylvio de Alencar. disse...

Em tempo, baixando vários Corto Maltese aqui:

https://tralhasvarias.blogspot.com/2012/01/corto-maltese.html?showComment=1547262829844#c7166464904649453491

Anônimo disse...

***
Estes dia li a palavra "macunaímico" e relembrei o Mário de Andrade.
Pois é, alguém que já sacou a verdadeira índole do povo brasileiro.
Antes dele, Lima Barreto o criador do bolsominion Policarpo Quaresma. Um bolsonarista das antigas.

Business

category2